Quinta, 09, Dezembro, 2021
Saúde 5, junho, 2021

Anvisa aprova as vacinas Sputnik V e Covaxin

thumb

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) aprovou, por maioria, o uso emergencial das vacinas Sputnik V (Rússia) e Covaxin (Índia), de forma “excepcional e controlada”, e ainda com pequena quantidade de doses liberadas. A autorização, em caráter excepcional, foi aprovada pela maioria dos membros diretores da agência.

Esta foi a segunda vez que a Sputnik V foi analisada pela Anvisa. No final de abril deste ano, a agência negou o uso do imunizante por falta de detalhes em relação à segurança e eficácia. Mais documentos foram enviados, o que possibilitou a aprovação. O pedido de nova análise foi feito pelo Consórcio Nordeste, que tem acordos de compra fechados com o Instituto Gamaleya para importação de 37 milhões de doses.

Há condicionantes para o uso como a recomendação do uso apenas em adultos entre 18 e 60 anos para a Sputnik V. No caso da Covaxin, produzida pela farmacêutica indiana Barack Biotech, apenas em adultos saudáveis.

Outros condicionantes são a condução de estudo de efetividade, bulas em português contendo também as restrições adotadas no voto; aprovação por laboratórios certificados dos lotes importados; que a importação seja precedida de termo de compromisso com a Anvisa; e realização de programa de monitoramento de eventos adversos.

Fonte: Blog Sony Lacerda