Domingo, 09, Maio, 2021
Geral 18, março, 2021

Cartilha sobre forró será levada para sala de aula em escolas públicas de João Pessoa

thumb

O forró foi o tema central de uma reunião virtual realizada nesta terça-feira (16) envolvendo a Fundação Cultural de João Pessoa (Funjope), o Fórum Nacional de Forró de Raiz e o autor da cartilha ‘O que é o forró’, o escritor e músico Sandrinho Dupã. A publicação, lançada em 2017, será reeditada com texto e imagens para fortalecer a campanha de defesa do São João e do forró como patrimônio imaterial nacional.

Além de reformular a cartilha, a meta é levar a obra para as salas de aula da rede pública municipal e da rede privada para valorizar os ícones do São João e do forró. “Os autores estão liberando o livro para ser publicado pela Prefeitura de João Pessoa ainda este ano, numa parceria com o Fórum Nacional de Forró de Raiz e o Balaio Nordeste”, destacou o diretor-presidente da Funjope, Marcus Alves.

O assunto já foi discutido com as Secretarias de Comunicação (Secom) e de Educação e Cultura (Sedec). “Acreditamos que essa participação dos fóruns de cultura popular, e mais especificamente o Fórum Nacional de Forró no debate cultural aqui em João Pessoa, é extremamente importante e acrescenta muito para todos nós. Esperamos que essas parcerias possam render investimentos e equipamentos importantes, tanto para os estudantes do municípios, quanto para a população em geral e os ativistas culturais”, destacou Janildo Silva, secretário executivo da Secom.

Joana Alves, presidente do Fórum Nacional de Forró de Raiz e do Balaio Nordeste também tem grandes expectativas. “Tivemos um bom entendimento com Marcus Alves. Tínhamos sugerido lançar um livro sobre o forró para sair agora no São João. Ele acatou e já está dando encaminhamento. Ficou muito bem acordado e estamos vendo a seriedade do trabalho”, declarou.

Com 37 páginas, a cartilha, que é bilíngue (português e inglês), tem mais de 20 mil downloads. “Só tem uma forma da gente imaginar que as crianças tenham um olhar para o forró tradicional que é apresentar.”, afirmou Sandrinho Dupã.

Fonte: SECOM/JP

Foto: SECOM/JP