Quarta, 20, Outubro, 2021
Saúde 26, setembro, 2021

Cendor auxilia no tratamento da dor crônica e oferece atendimentos e diversas especialidades

thumb

O Centro de Tratamento da Dor (Cendor), localizado no Complexo Hospitalar de Mangabeira Governador Tarcísio de Miranda Burity (Ortotrauma), é um centro de referência em reabilitação e oferece serviço aos pacientes em pós-operatório de cirurgias, bem como o tratamento da dor nas pessoas acometidas por síndromes dolorosas crônicas.

A equipe multidisciplinar do Centro é composta por médicos, fisioterapeutas, psicólogos, enfermeiros, técnicos de enfermagem, além do administrativo. São ofertados serviços como fisioterapia (analgésica, cinesioterapia, hidroterapia, osteopatia, RPG e pilates), acupuntura, psicoterapia, atendimento médico em diversas especialidades e procedimentos de infiltração para os casos mais refratários.

Segundo o diretor geral do Cendor, o médico Gustavo Mendes, os pacientes que realizam as cirurgias ortopédicas no Ortotrauma são encaminhados pelo próprio médico para que realize a reabilitação pós-operatória no Cendor.  Depois de realizada a triagem do paciente pelo fisioterapeuta, é iniciada as sessões de fisioterapia, com a terapia mais indicada para cada caso.

“Existe um grande potencial de crescimento e fortalecimento das terapias oferecidas. Possuímos uma equipe multidisciplinar experiente, capacitada e comprometida com o atendimento de qualidade e a reabilitação plena do usuário. O Centro é um dos poucos locais especializados na rede pública do País que possui uma estrutura deste porte, com variedade de terapias oferecidas, em um único local”, ressaltou Gustavo Mendes.

Encaminhamento – Nos casos dos pacientes de dor crônica, os mesmos devem ser encaminhados ao Cendor através das Unidades Básicas de Saúde (UBS) e passar pela regulação municipal.

O Cendor fica localizado na Rua Agente Fiscal José Costa Duarte, s/n, em Mangabeira II (anexo ao Ortotrauma). O serviço funciona de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h. Quem desejar entrar em contato para informações deve ligar para os números 3239-1221 ou 3239-3225.

Fonte: SECOM/JP

Foto: SECOM/JP