Domingo, 28, Fevereiro, 2021
banner

Agora é pra valer

15, janeiro, 2021

Podem acreditar. A Federação Paraibana de Futebol (FPF) realiza na manhã de hoje, a partir das 11h, no Auditório do Hotel Atlântico, em João Pessoa, a reunião do Conselho Arbitral que vai definir a realização ou não do Campeonato Paraibano de Futebol Profissional de 2021. A espera acabou de vez, para a satisfação dos clubes que querem o evento, a exemplo do Botafogo.

Apenas para refrescar a memória dos que costumam deixar a razão de lado e decidem pela emoção, no final do ano passado, os dirigentes dos clubes, com exceção do Botafogo-PB, participaram de uma reunião na sede da FPF e decidiram pela não realização da competição estadual, alegando a falta de condições no campo financeiro. Gradativamente foram se arrependendo e hoje, todos querem a competição.

Com muita sabedoria, a presidente da FPF, Michelle Ramalho, marcou a reunião do Conselho Arbitral para o Hotel Atlântico. Como a discussão promete ser acirrada, na hora que o bicho começar a pegar, chega o convite para o almoço. Aí o cardápio vai acalmar os mais exaltados, que com certeza passarão a contribuir com a realização da competição estadual. Nesse instante até a crise financeira será esquecida.

Acredito que o Campeonato Paraibano deverá contar com um novo formato por conta dessa pandemia do coronavírus. Não sei o que estão pensando e que propostas serão levadas para o debate, mas algo novo vai acontecer. Deve ser uma disputa bem compacta e sem aquela longa caminhada para que se conheça os vencedores. A ordem é cortar gastos, mas só depois do almoço de hoje.

Positivo
O presidente do Botafogo, Alexandre Cavalcanti, vai chegar na reunião do Conselho Arbitral cheio de moral, pois foi o único que pediu a realização do Campeonato Paraibano e não mudou de opinião. Não revela, mas deve levar uma proposta bem objetiva para tornar a disputa rápida e sem grandes prejuízos.

Negaativo
Quais os campos que serão colocados a disposição da Federação Paraibana de Futebol para as disputas do Campeonato Paraibano? Eis a grande questão. A maioria precisa de reformas urgentes. O filme é antigo, mas se repete e tudo indica que a liberação vai acontecer na base do improviso mesmo. É a realidade do futebol paraibano.

No Foco
Quem está na maior torcida pelo fim da pandemia do coronavírus é a nadadora Giovana Campos. Sonha com a volta dos bons tempos, com mais competições e mais treinamentos. O pensamento é conquistar mais resultados positivos para a natação paraibana em nível nacional. Um exemplo de talento e dedicação na natação.

banner