Quinta, 25, Fevereiro, 2021
banner

Começou a correria

27, janeiro, 2021

Faltando pouco mãos de um mês para o início do Campeonato Paraibano o mercado da bola começou a esquentar. A correria agora é grande e até parece que não existe mais aquela falta de dinheiro que foi manifestada na reunião dos dirigentes no final do ano passado. Agora ninguém fala mais nada e todo mundo corre na busca de um calendário significativo para 2021.

Treze e Botafogo-PB largaram na frente, mas a correria agora é geral, pois além da busca por um bom, calendário em 2022, ninguém quer sofrer com a decepção do rebaixamento para a Segunda Divisão, que não aconteceu no ano passado e a Federação Paraibana de Futebol não decidiu se realiza esse ano, já que precisa gastar muito para a bola rolar.

Essa corrida no mercado da bola anima. Até quem pensou em apenas participar do Campeonato Paraibano, agora corre para não perder espaço. Isso é bom e com certeza vai qualificar a competição que será realizada de forma bem compacta, mas que tem tudo para agradar com o seu nível técnico, já que a correria no mercado da bola começou e é real.

Agora resta esperar um pouquinho mais para saber quem formou o melhor elenco. Até agora não aconteceu novidades com grandes contratações porque o dinheiro está curto. O Botafogo-PB acertou com a permanência de Felipe, mas é um grupo de sócios que vai bancar esse investimento. O restante das equipes contrata dentro da realidade financeira que garante cumprir o que se promete.

Positivo
Além de participar de treinamentos bem fundamentados para a temporada 2021 da Fórmula 3 Brasil, o piloto paraibano Leo Barbosa também estuda inglês, já que faz planos para participar de disputas fora do Brasil. Leo Barbosa tem mostrado muita disciplina no que faz e sempre conta com o apoio da família para cumprir metas.

Negativo
Ainda falta muito para que técnicos e atletas possam respirar no esporte amador da Paraíba. A falta de incentivo é gigante e prejudica o planejamento de quem pensa em representar a Paraíba no cenário nacional. O esforço concentrado existe dos que praticam esporte por ideal, mas falta reconhecimento e esse filme é bem antigo.

No Foco
O presidente da Federação Paraibana de Voleibol, Carlos Fernandes (Cascatinha), foi o entrevistado de ontem no programa Telesporte, no canal boom na midia, no YouTube. Apesar da crise que assola o mundo, ele acredita em melhores dias e com novas conquistas para a modalidade em 2021.

banner