Sexta, 03, Dezembro, 2021
Esportes 30, dezembro, 2020

Diretoria do Botafogo-PB não promete grandes investimentos no próximo ano

thumb

Com os pés no chão. A possibilidade de grandes contratações para o Botafogo-PB em 2021 é quase que impossível. A afirmação foi feita pelo presidente Alexandre Cavalcanti, que ainda não tem um planejamento definido para a próxima temporada, mas já acebou com a proposta de reduzir em 50% a folha de pagamento que hoje gira em torno de aproximadamente R$ 330 mil.

No próximo ano o Botafogo-PB tem no seu calendário o Campeonato Paraibano, Copa do Nordeste e a Série C do Campeonato Brasileiro. São três competições exigentes, mas que dependendo da mudança de realidade no tocante a pandemia do coronavírus poderão ser rentáveis, se o time se apresentar como vencedor.

Apesar de ter acenado com a redução da folha de pagamento, Alexandre Cavalcanti valoriza a qualidade do grupo que será formado. “Nós precisamos reduzir a folha de pagamento em cinquenta por cento, pois os problemas são muitos. Vamos trabalhar com cautela e mais austeridade para evitar novos problemas para o clube que vive em dificuldades no campo financeiro”.

Do elenco que disputou a temporada 2021, o Botafogo-PB tem contrato apenas com Marcos Aurélio, Rogério e Everton Heleno. Isso exige a contratação de pelo menos vinte jogadores que serão indicados pela nova comissão técnica, mas dentro do teto financeiro que será definido pela diretoria nos próximos dias.