sábado, 22 de junho de 2024
Educação 22, outubro, 2023

Governo conclui avaliações em 1.700 escolas e impulsiona ações pedagógicas para aperfeiçoar ensino

thumb

A aplicação das provas do Sistema de Avaliação da Educação Básica da Paraíba (Siave), implantado pelo Governo da Paraíba, por meio da Secretaria de Estado da Educação (SEE-PB), foi concluída nessa sexta-feira (20), com a avaliação de mais de 100 mil estudantes distribuídos em mais de 1.700 escolas estaduais nos 223 municípios paraibanos. Com os resultados previstos para o início do próximo ano letivo, o planejamento educacional para 2024 nas escolas da Paraíba será moldado com ações corretivas para os possíveis déficits de aprendizagem a serem identificados nas diferentes regiões do estado.

Kalynne Gaudêncio, 10 anos, estudante da 5ª série da Escola Virginia Miranda, em Queimadas, revelou sua satisfação com a avaliação. Para Kalynne, a prova do Siave foi considerada fácil. “Achei maravilhosa, bem fácil até”, disse ela. Assim como Kalynne, Erick Gustavo e outros estudantes do 5º ano, como Jhon Ryan e Sara Pereira, também compartilharam impressões positivas sobre a prova, destacando a facilidade das questões.

A superintendente do programa Educar pra Valer no município de Queimadas, Tana Barreto, enfatizou a relevância da avaliação para a educação paraibana. O programa do Governo do Estado atua junto aos municípios, a fim de melhorar o rendimento e o desempenho dos alunos, para assegurar a alfabetização na idade certa e a aprendizagem adequada dos conteúdos nas séries iniciais do Ensino Fundamental. “O Siave é uma avaliação bem importante para o município, avaliando os alunos no final dos ciclos”, explicou Barreto, ressaltando que o exame avalia o desempenho dos alunos em etapas cruciais, como o ciclo de alfabetização e as fases do ensino fundamental.

O compromisso dos educadores e a infraestrutura educacional também foram pontos de destaque. “Estamos muito confiantes nos resultados”, disse ela. “Agradecemos aos professores por sua dedicação contínua e a gestão municipal que tem fornecido todos os recursos possíveis para que os professores desenvolvam seu trabalho, além do Governo do Estado por essa iniciativa incrível”, disse Tana.

O público-alvo das avaliações foi composto por estudantes do 2º, 5º e 9º anos do Ensino Fundamental. O foco principal do diagnóstico é identificar os desafios enfrentados pelos estudantes nas disciplinas de Língua Portuguesa e Matemática. A intenção foi aprofundar o entendimento do nível acadêmico dos alunos nesses componentes curriculares. “Espera-se que os insights obtidos a partir do Siave orientem ações pedagógicas ainda mais eficazes para 2024, garantindo um ensino de qualidade e endereçando as áreas de melhoria identificadas durante as avaliações”, explicou a secretária executiva de Gestão Pedagógica da SEE-PB, Elizabete Araújo.

Sobre o Siave – Instituído no mês de agosto pelo Governo da Paraíba, o Siave foi segmentado em três momentos distintos. Em agosto, ocorreu a avaliação formativa, com o propósito de identificar o estágio de aprendizado das habilidades dos estudantes do 2º, 5º e 9º ano do Ensino Fundamental e 3ª série do Ensino Médio. Após isso, os estudantes do 2º ano também passaram por avaliações de fluência leitora, realizadas em três momentos diferentes.

Nessa última semana, os estudantes realizaram a avaliação somativa, que focou na consolidação do conhecimento. A meta é transformar o sistema em uma ferramenta para promover um ensino de qualidade contínuo aos estudantes paraibanos, formando cidadãos plenos e incentivando o monitoramento constante dos dados educacionais para aprimorar a aprendizagem.

Fonte – SECOM-PB