Terça, 21, Setembro, 2021
Esportes 10, setembro, 2021

João Azevêdo recepciona atletas paralímpicos que representaram o Brasil e a Paraíba nas Paralímpiadas de Tóquio

thumb

O governador João Azevêdo recepcionou, nesta sexta-feira (10), na Vila Olímpica Parahyba, em João Pessoa, os atletas paralímpicos paraibanos  e os que treinam na Paraíba, que competiram nas Paralímpiadas de Tóquio, realizadas entre os dias 24 de agosto e 5 de setembro. Na oportunidade, o chefe do Executivo estadual, o prefeito de João Pessoa, Cícero Lucena, e demais autoridades presentes entregaram troféus em reconhecimento à participação dos paratletas e dos membros das comissões técnicas que representaram o estado em diversos modalidades dos jogos paralímpicos, como atletismo, goalball, futebol de 5, parataekowdo, lançamento de dardo e halterofilismo.

Na ocasião, foram homenageados os atletas paralímpicos Petrúcio Ferreira, medalhista de ouro nos 100 metros e bronze nos 400 metros no atletismo; José Roberto, Emerson Silva e Romário Marques, medalhistas de ouro no goalball; Daniel Robson, Matheus Costa, Luan Lacerda e Jardiel Vieira, medalhistas de ouro no futebol de 5; Cícero Valdiran, medalhista de bronze no lançamento de dardo; Silvana Fernandes, medalhista de bronze no parataekondo; Joeferson Marinho, competidor no atletismo; e Ailton Batista, competidor no halterofilismo.

Também receberam homenagens os técnicos Fábio Luiz (futebol de 5), Pedro Almeida (atletismo) e Dailton Freitas (goalball feminino), os assistentes técnicos Josinaldo Costa (futebol de 5) e Jonatas Castro (goalball feminino) e o analista técnico Alexandre Sérgio (futebol de 5).

O chefe do Executivo estadual ressaltou o orgulho dos paraibanos com a representatividade e compromisso dos atletas paralímpicos e reforçou o trabalho do governo para apoiar o esporte no estado. “É uma satisfação poder celebrar tantas vitórias e destacamos o esforço dos atletas e esse é um momento de agradecer a dedicação deles. O que nós queremos é que mais jovens se interessem pelo esporte e os programas estão disponíveis para dar todo esse apoio. Investimos mais de R$ 3 milhões no Bolsa Esporte, contemplando 288 atletas e técnicos e reiteramos o nosso agradecimento e orgulho que vocês deram ao Brasil e à Paraíba”, frisou. 

O prefeito de João Pessoa, Cícero Lucena, parabenizou os paratletas pelo desempenho nas Paralímpiadas de Tóquio. “Hoje é um dia de alegria e nós estamos aqui representando o sentimento dos paraibanos de gratidão e para dizer que eles simbolizam o estímulo e o exemplo para que a gente possa descobrir mais atletas e vamos dar todo o apoio, garantindo a oportunidade para que eles possam avançar ainda mais”, disse. 

O secretário Executivo do Esporte e Lazer, José Marco, agradeceu o empenho e a força de vontade dos competidores e assegurou os esforços da gestão estadual para fortalecer e ampliar o trabalho de valorização dos atletas. “Só de estar numa olimpíada ou paralímpiada já é uma vitória pessoal e profissional para cada um e trazer medalhas é uma alegria muito grande para todos nós, por isso, estimulamos a descoberta de novos talentos em um trabalho contínuo”, declarou. 

O atleta paralímpico mais rápido do mundo, Petrúcio Ferreira, que além de conquistar dois títulos, em Tóquio e na Rio 2016, nos 100m, também tem duas pratas conquistadas nos Jogos no Brasil, destacou a satisfação de representar o estado nas paralímpiadas. “Nós voltamos muito felizes para casa após uma competição tão importante. Amo representar minha Paraíba e hoje nós temos esse apoio do Bolsa Esporte, que é muito fundamental para que possamos ir para grandes competições, o que nos dá a confiança de que têm pessoas que acreditam no nosso potencial e no nosso trabalho”, comentou. 

A medalhista de bronze no Parataekondo, Silvana Fernandes, agradeceu o incentivo do governo aos atletas e falou da alegria de voltar ao estado com a sensação de dever cumprido. “O Bolsa Esporte é fundamental para nós, precisamos dessa ajuda financeira, dando o suporte para que a gente possa conseguir o alto rendimento e estamos hoje com o sentimento de felicidade, gratidão e a realização de ir para uma paralímpiada e voltar com uma medalha no peito. Nós representamos não só a nação, mas o Nordeste, o Brasil, a Paraíba e o meu município de São Bento”, falou. 

Para fortalecer o esporte amador e profissional da Paraíba, o governador João Azevêdo criou, em 2020, o Bolsa Esporte, que também contempla os paratletas que competiram em Tóquio. O programa tem o objetivo de incentivar a prática de esportes, sendo destinado aos atletas e técnicos de rendimento das modalidades olímpicas e paralímpicas, sendo admitidos ainda atletas, paratletas e técnicos de rendimento de modalidades esportivas vinculadas ao Comitê Olímpico Internacional e ao Comitê Paralímpico Internacional, além das modalidades reconhecidas pela Secretaria Especial de Esportes. As bolsas são divididas entre as categorias internacional; nacional; institucional; estudantil; e representatividade.

Além disso, o Governo do Estado realiza diversas ações para contribuir com o paradesporto, a exemplo do programa Paraíba Paralímpica, que consiste na implantação de escolinhas gratuitas de modalidades em 40 polos em todo o estado e na realização  dos Jogos Paralímpicos da Paraíba e Escolares e Paraescolares. No paradesporto escolar, inclusive, a Paraíba está entre os quatro melhores estados do Brasil, considerando as medalhas recebidas nos eventos nacionais. Na última edição dos Jogos Paraescolares Brasileiros, realizados em 2020, em São Paulo, a Paraíba obteve 64 medalhas.

O vice-prefeito de João Pessoa, Léo Bezerra, parlamentares e auxiliares da gestão estadual e da Prefeitura da Capital paraibana prestigiaram o evento.

Fonte: SECOM/PB