quinta-feira, 25 de julho de 2024
Futebol 22, junho, 2024

DESEJO. Juan quer 1ª Copa América como coordenador técnico

thumb

Juan tem uma história vencedora pela Seleção Brasileira, especialmente na Copa América. O ex-zagueiro foi titular e peça fundamental na conquista da competição em 2007 e autor do gol de pênalti em 2004. Na primeira conquista, ele garantiu o título da Amarelinha no emocionante duelo contra a Argentina, em uma final memorável também pelo gol de empate de Adriano nos minutos finais. Bicampeão do torneio, ele quer a primeira Copa América como coordenador técnico.

Juan venceu também a Copa das Confederações de 2005 e 2009 e disputou as Copas do Mundo de 2006 e 2010. Em sua nova função, ele reforça que é a vez de ver os convocados por Dorival Junior brilharem usando as cores verde e amarela.

“É uma geração muito talentosa, como sempre foi. O Brasil sempre teve grandes jogadores, a Seleção sempre reuniu os melhores. A gente procura, fora de campo, ajudar ao máximo, com conversas, nos treinamentos ou nos vídeos que montamos, para que eles possam chegar dentro de campo e jogar no nível que estão acostumados”, explicou.

Juan em treino pela Seleção BrasileiraJuan em treino pela Seleção Brasileira
Créditos: Rafael Ribeiro/CBF

A Seleção Brasileira inicia a caminhada em busca da 10ª Copa América a partir da segunda-feira (24). No SoFi Stadium, o Brasil estreia contra a Costa Rica, às 22h (horário de Brasília), na região metropolitana de Los Angeles. No Grupo D, a equipe comandada por Dorival Júnior tem a companhia também de Colômbia e Paraguai. Para brigar pelo título, Juan ressaltou a necessidade de fazer uma boa primeira fase de grupos.

“Não tem uma competição em que o Brasil entre e não seja um candidato ao título. A gente quer sempre vencer, somos cobrados interna e externamente para sempre vencer os campeonatos. O Brasil vai começar a competição respeitando todos os adversários. Temos um desafio na primeira fase, que é classificar em primeiro. Depois, pouco a pouco, conseguir as classificações até o final, com o objetivo maior de ser campeão”, afirmou.

Wendell, Juan e Dorival Júnior em partida pela Seleção Brasileira contra os Estados UnidosWendell, Juan e Dorival Júnior em partida pela Seleção Brasileira contra os Estados Unidos
Créditos: Rafael Ribeiro/CBF

Dorival Júnior está com os 26 atletas convocados desde 30 de maio, nos Estados Unidos. Neste período, ele realizou uma série de treinamentos e dois amistosos. Venceu o México por 3 a 2 e empatou com os Estados Unidos por 1 a 1. Apesar da rotina intensa, o Brasil não teve jogadores lesionados, fato comemorado por Juan, que destacou a proximidade do começo da Copa América e a importância do torneio.

“Foi um ciclo muito bom, a gente aproveitou muito todos os dias de treinamento, pudemos terminar esses quase 20 dias sem nenhum jogador machucado, com todo mundo em forma, prontos para competir. Agora está afunilando, chegando mais perto do início da competição, é ajustar as últimas coisas e começar a jogar no nível que a gente espera”, disse.

‘É uma competição muito importante na América do Sul. A gente duela contra os nossos rivais. Em termos de Seleção, depois da Copa do Mundo, é a competição mais importante”, acrescentou.

Juan em treino pela Seleção BrasileiraJuan em treino pela Seleção Brasileira
Créditos: Rafael Ribeiro/CBF

Juan foi anunciado como novo coordenador técnico em março deste ano. O primeiro contato com os atletas aconteceu nos amistosos contra Inglaterra e Espanha, no mesmo mês. Ele foi multicampeão no Flamengo, ocupando o mesmo cargo, e considera que o tempo no clube que o revelou foi de grande importância para retornar à Seleção.

“Sempre senti falta (da Seleção) porque foi muito tempo como jogador. Senti falta desse convívio com os melhores jogadores, desse clima de Seleção. Claro que eu sabia que tinha um caminho para percorrer no clube. Fico feliz dos quatro, cinco anos, desde que eu parei de jogar e que eu comecei a trabalhar no Flamengo, terem me possibilitado voltar à Seleção”, comemorou.

Juan em treino pela Seleção BrasileiraJuan em treino pela Seleção Brasileira
Créditos: Rafael Ribeiro/CBF

Fonte – CBF

Foto – Rafael Ribeiro/CBF