c João Pessoa
21/10/2020 - 18:07

Ex-paciente do Hospital do Bem lança livro com reflexões sobre adversidades

image
O hall do Hospital do Bem, de Patos, vai abrigar, no dia 4 de março, às 9h, o lançamento do livro ‘Lições da Vida’, de autoria da professora aposentada Miriam Medeiros dos Santos, de 65 anos, da cidade de Malta, que passou pela experiência de ser diagnosticada com um câncer de mama, foi acolhida pela unidade hospitalar, onde fez o tratamento cirúrgico e quimioterápico e, em 2019, tocou o sino da cura, que simboliza a vitória da saúde sobre a doença. Juntando pensamentos e reflexões deste e de outros momentos singulares em sua vida, a professora faz uma série de relatos que podem ser fonte de inspiração para outras pessoas superarem momentos difíceis em suas vidas.

A obra, que foi lançada no último dia 15 de fevereiro, em Malta, é uma coletânea de pensamentos e foi escrita despretensiosamente pela autora que estreia na literatura com ‘Lições da Vida’. “Não escrevi o livro unicamente por causa da doença, nem para me projetar de alguma forma, mas por um conjunto de fatores que me levaram a refletir que posso, através de minhas reflexões, das experiências que vivi, inspirar outras pessoas a superarem momentos difíceis”, afirma ela, que perdeu a única filha mulher aos 36 anos, de um enfarte fulminante. “Eu sou feliz por mim e por ela”, afirma Miriam, que em partes do livro e na contracapa faz referências ao Hospital do Bem e agradecimentos à equipe da unidade.

“O Hospital do Bem faz jus ao nome. As pessoas lá são muito humanas, acolhedoras, amáveis, tratam os pacientes muito bem e isso faz toda a diferença para quem está passando por um tratamento, especialmente o câncer, que tem todo um estigma”, afirma Miriam, que ficou muito alegre e lisonjeada quando recebeu o convite da direção da unidade para fazer o lançamento e uma sessão de autógrafos no local. “Penso que será um lançamento emocionante”, destaca ela, que desde o diagnóstico da doença até a cura, nunca perdeu a alegria de viver, nem deixou de sorrir. Nem mesmo quando seus cabelos caíram após a primeira sessão de quimioterapia.

“Eu sou muito prática e acho que a vida é feita de escolhas e eu escolhi ser feliz. Eu escolhi que iria viver e fazer o possível para me curar e tive a sorte de contar com o Hospital do Bem nessa jornada”, afirma ela, que iniciou o tratamento na unidade em novembro de 2018, fez cirurgia em janeiro de 2019 e começou a quimioterapia em março do mesmo ano, encerrando o ciclo de tratamento com a radioterapia, no Hospital Napoleão Laureano, em João Pessoa. Ela tocou o sino da cura em setembro de 2119.

Das 24 mulheres que junto com Miriam tocaram o sino da cura do Hospital do Bem, no ano passado, 19 se trataram de câncer na mama, quatro de câncer no ovário e apenas um caso foi na vesícula biliar. Para a diretora geral do Complexo, Liliane Sena, poder fazer o lançamento do livro no Hospital é uma oportunidade única. “Quando soubemos do lançamento do livro, não apenas pela obra mencionar o trabalho que desenvolvemos aqui, mas, sobretudo, por passar lições de superação e otimismo, que é tudo o que vivenciamos no nosso dia a dia, pensamos logo numa forma de realizar esse lançamento aqui e o faremos no próximo dia 4 com essa sessão de autógrafos”, destaca a diretora. 

Fonte Secom-PB
Foto - secom-PB