c João Pessoa
27/10/2020 - 09:25

Governo realiza I Feira Literária das Imprensas Oficiais no Espaço Cultural

image
Numa iniciativa pioneira no Brasil, a Empresa Paraibana de Comunicação (EPC), por meio da Editora A União, promove a primeira edição da Feira Literária da Imprensas Oficiais (Flio), que acontece nos dias 19 e 20 de março, no Espaço Cultural, em João Pessoa. O evento será aberto oficialmente no dia 19, às 19h, e tem como slogan “A literatura é minha festa`.

Segundo explica o diretor de Mídia Impressa da EPC, William Costa, é a primeira vez que as imprensas oficiais se reúnem em um único evento para mostrar suas publicações. Além dos principais títulos publicados pela Editora A União, a feira terá exposição e comercialização de livros da Editora Imprensa Oficial de São Paulo; Companhia Editora de Pernambuco; Editora Imprensa Oficial Graciliano Ramos, de Alagoas; Editora Imprensa Oficial do Estado do Pará; e Editora Imprensa Oficial de Sergipe.

Conforme adiantou Alexandre Macedo, gerente operacional da Editora A União, anfitriã do evento, a I Feira Literária das Imprensas Oficiais contará também com a participação das editoras da Universidade Federal da Paraíba (UFPB) e Universidade Estadual da Paraíba (UEPB), e de outras editoras paraibanas, como a Patmos Editora, Arribaçã e MVC, além de escritores convidados que lançarão obras inéditas durante o evento.

A programação da Flio começa no dia 19 de março, a partir das 15h, com a transmissão do Programa Tabajara na Literatura. Depois, às 16h, haverá o lançamento dos livros infantis `La história del arco iris`, edição bilíngue de Messina Palmeira e `Zé Pião & Maria Carrapeta`, de Rangel Junior. Em seguida, às 17h30, no Cine Banguê, acontece a exibição do documentário `Ariano: Ilumiaras`, dirigido por Cláudio Brito, que propõe uma reflexão sobre o conceito do neologismo `ilumiara` na obra do escritor Ariano Suassuna.

Às 20h do mesmo dia, lançamento do livro `Espelhos de papel`, que reúne crônicas de 19 colaboradores atuais do jornal A União e Correio das Artes. Em seguida, às 20h30, lançamento coletivo dos livros `Murilo Mendes: do pretexto plástico à verdade plástica`, de Maria Bernadete da Nóbrega; `Cajazeiras, uma aldeia poética`, de Irismar di Lyra e `A União - Escola de Jornalismo`, de Josélio Carneiro.

No último dia da Flio, 20 de março, na estrutura da feira, montada próximo ao Planetário do Espaço Cultural José Lins do Rêgo, as atividades de exposição e comercialização de livros inicia às 10h. À tarde, a partir das 15h, transmissão do Programa Tabajara na Literatura. Uma hora depois, às 16h, vai iniciar mais uma atividade, o Diálogo das Editoras, uma mesa redonda com as participações de editores paraibanos que debaterão temas relacionados ao setor, a exemplo do mercado editorial atual, a publicação, divulgação e circulação de livros. 

À noite, às 18h, serão realizados lançamentos coletivos da Patmos Editora e das obras `Mestre Bimba: O sonho de Salomão`, de João Paulo Pitoco, e `Poética animal`, de Emília Guerra, além de `Veredas do tempo: Ensaios analíticos de economia e administração política`, do professor da Universidade Federal de Alagoas (UFAL), Fábio Guedes. Às 19h30, apresentação da performance de Suzy Lopes, com textos do `Mulheres das Letras`, fazendo um link com o Mês das Mulheres. Em seguida, às 20h, apresentação da Orquestra do Prima, encerrando o evento.Fonte Secom/PB
Foto