sábado, 22 de junho de 2024
Política 14, agosto, 2023

Prefeito alega queda de recursos e pode demitir servidores em Remígio

thumb

O prefeito de Remígio, André Alves, não descarta demitir funcionários para amenizar a crise provocada, segundo ele, por uma queda de aproximadamente R$ 300 mil em recursos federais.

“Com uma redução dessa o que vai acontecer? Demissões, porque vai chegar um tempo que não vai se poder pagar a folha. Já está acontecendo em alguns municípios. Já estamos estudando em Remígio, e vamos ter que cortar pessoal”, disse em entrevista ao Se Liga PB.

De acordo com o Sistema Sagres do Tribunal de Contas da Paraíba, entre janeiro e maio deste ano, houve um acréscimo de 150 servidores, aumentando a folha em mais de R$ 500 mil.

O prefeito responsabiliza o Governo Lula (PT). Disse que no governo do ex-presidente Jair Bolsonaro os municípios não sofriam com os cortes e tinham mais atenção.

“Com Bolsonaro, a gente não passou tanta dificuldade, tinha dinheiro certo, muito mais do que está vindo hoje. Não fui eleitor de Bolsonaro, mas não posso negar. O governo Lula parece que não gosta muito dos municípios! Os recursos tem caído a cada dia”, declarou André.

Fonte – Blog Sony Lacerda