Quinta, 28, Outubro, 2021
Saúde 12, outubro, 2021

Prefeitura de João Pessoa garante assistência integral para o cuidado com a saúde das crianças

thumb

O cuidado com a saúde desde a fase infantil é fundamental para manter uma população saudável durante toda a vida. Em conformidade com a Política Nacional de Atenção Integral à Saúde da Criança, a Prefeitura de João Pessoa, por meio da Secretaria de Saúde, dispõe de serviços que garantem uma assistência integral para o cuidado desse público, desde a atenção primária até a hospitalar, contando com a rede especializada.

“Uma rede de atenção à saúde bem estruturada permite que os cuidados possam ser ofertados de maneira humanizada, através da equidade e de um acompanhamento integral do processo de desenvolvimento infantil, desde a sua concepção até a puberdade, para a promoção à saúde e prevenção de agravos, identificando, de acordo com a necessidade individual, situações de risco e buscando atuar de forma precoce nas intercorrências”, destaca a coordenadora da área técnica da Saúde da Criança da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), Julienne Lima.

Os cuidados ofertados pela Prefeitura de João Pessoa começam desde o momento que a gravidez é descoberta com o atendimento das gestantes e a realização do pré-natal por meio das equipes de saúde da família (ESF), com a realização de ultrassonografias para acompanhamento fetal que acontece através da atenção especializada, além dos cuidados ofertados para casos de gravidez de risco, onde a mãe e o bebê recebem um acompanhamento especial no Instituto Cândida Vargas (ICV), desde o início da gestação até o parto e contando com um banco de leite, para os casos em que a mãe não consegue amamentar.

“A porta de entrada dos serviços de saúde é prioritariamente a atenção primária, nas unidades de saúde da família, através das 203 equipes de saúde da família, que ofertam os serviços básicos e se organizam para a continuidade da atenção, quando necessário e de forma articulada com outros pontos da rede. Em alguns casos, como os hospitais, o serviço funciona como porta aberta, o que permite ao usuário ser atendido diretamente sem necessidade de encaminhamento através da regulação”, explica Julienne Lima.

Na Atenção Básica, os serviços começam com a oferta do pré-natal às gestantes, além da realização do acompanhamento do crescimento e desenvolvimento infantil e incentivo ao aleitamento materno. Lá, as crianças também têm acesso aos atendimentos básicos com médicos, enfermeiros, dentistas, vacinação e outros.

Em casos de necessidade de atendimento especializado, os atendimentos acontecem através das Policlínicas Municipais, localizadas em Mandacaru, Jaguaribe, Cristo, Mangabeira e das Praias (Tambaú), que oferecem consultas reguladas em Pediatria, Reumatologia, Dermatologia, Fonoaudiologia, Neurologia, Cardiologia, Psiquiatria, Nutrição, Psicologia, Fisioterapia, entre outras. Através da Atenção Especializada, também é ofertado um atendimento odontológico especializado nos Centros de Especialidades Odontológicas (CEOs), localizados na Torre (atendendo urgências 24h), Mangabeira, Jaguaribe e Cristo.

O município também disponibiliza do Centro de Atendimento Psicossocial (Caps I – Cirandar) voltado para crianças com transtornos em saúde mental, contando com assistência em psiquiatria e psicologia. O Centro fica localizado no bairro do Roger e os atendimentos acontecem por demanda espontânea. Já no Bairro Pedro Gondim está localizado o Centro de Referência da Pessoa com Deficiência, para atendimento de crianças com deficiência.

No âmbito hospitalar, referência para a assistência infantil de urgência e emergência, tratamento clínico e cirurgias de pequeno porte, a Secretaria de Saúde dispõe do Hospital Infantil Municipal do Valentina, que conta com leitos de UTI, Enfermaria e Psiquiátrico. Já os casos de traumatologia, o Complexo Hospitalar Tarcísio Burity (Ortotrauma) conta com leitos para atendimento infantil.

Atualmente, a rede municipal possui um quantitativo de 140.730 crianças e adolescentes cadastradas na Atenção Básica da Rede. Uma dessas crianças atendidas pela rede é Mateus, de 7 anos. De acordo com a mãe, ele é atendido na Unidade de Saúde da Família Mandacaru IX desde pequeno.

“Quando bebê sempre trazia para vacinas e eventuais consultas, à medida que foi crescendo sempre que precisamos de alguma consulta buscamos aqui. Além das vacinas já tivemos o atendimento com médico, dentista e encaminhamento para especialistas como dermatologista para observar uma alergia na pele. Ficamos muito felizes em poder contar com uma assistência completa no serviço público”, comenta a mãe, Joana Santos.

De janeiro até o final de setembro deste ano, foram realizados cerca de 70 mil atendimentos apenas na Atenção Básica. As Policlínicas Municipais atenderam mais de 10 mil crianças, no mesmo período. No Caps I Cirandar são 596 crianças atendidas em tratamento, já o Hospital Valentina realizou 46.876 atendimentos e 1.663 internações. Também foram realizadas 81 cirurgias e 44.215 exames.

Fonte: SECOM/JP

Foto: SECOM/JP