Sábado, 16, Outubro, 2021
Saúde 23, julho, 2021

Rede de UPAs da Capital registra queda nos casos suspeitos de Covid-19

thumb

A rede de Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) de João Pessoa vem apresentando redução de casos com suspeita de Covid-19, de acordo com os boletins epidemiológicos que são realizados diariamente em cada local. Do total de atendimentos gerais, entre junho e julho deste ano, quando as UPAs voltaram a atender a população de forma híbrida, os casos de síndromes gripais representam de 30% a 5% em relação às ocorrências gerais.

A UPA Lindbergh Farias, nos Bancários, que retornou com os atendimentos híbridos em junho, é a que apresenta maior redução de casos com suspeita de Covid-19, de acordo com a diretora da unidade hospitalar, Vanine Vieira de Araújo. Ela observou o registro de 5% de casos de síndromes gripais do total de 7.294 atendimentos gerais, nos dois últimos meses.

Já na UPA Augusto Almeida Filho, em Cruz das Armas, os dados são deste mês, cujos casos com suspeita de Covid-19 estão em 25%, dos 3.271 registros de atendimentos gerais. “De fato está havendo uma redução bastante acentuada. Os casos de síndromes gripais estão abaixo, inclusive, de chikugunya e dengue”, pontuou a diretora da unidade, Roberta Barros.

Na UPA Célio Pires de Sá, no Valentina, os atendimentos híbridos retornaram este mês e somam 2.841 atendimentos. Najara Rodrigues, diretora da unidade, observa que os casos com suspeita de Covid-19 representam cerca de 26% do total. “A maioria com sintomas leves, sem que houvesse evolução para quadros mais graves, sem a necessidade de internação’, explicou.

Cenário parecido com o que tem acontecido na UPA Oceania, segundo a diretora da unidade, Thatiany Coelho. Ela disse que os casos de Covid-19 representam  cerca de 30% dos 2.557 atendimentos registrados este mês. “Esse mês não tivemos nenhum caso de Covid-19 evoluindo para ala vermelha ou internação”, afirmou.

Essa redução de casos de suspeita de Covid-19 na rede de UPAs da Capital tem relação com o avanço da Campanha de Vacinação da Prefeitura de João Pessoa, que já imunizou mais de 563 mil pessoas com pelo menos a primeira dose. O secretário municipal de Saúde, Fábio Rocha, disse que, hoje, a Capital conta com 18% de leitos de UTI ocupados – a menor taxa desde 2020. 

No entanto, o secretário ressalta a importância das pessoas seguirem com as medidas de proteção e faz um chamamento para aquelas que já venceram o prazo para receber a segunda dose da vacina contra a Covid-19 e ainda não compareceram a um dos postos de vacinação. “É preciso completar o ciclo de imunização, só assim estaremos imunizados de fato. Esses dados são muito bons, mostram que a população está consciente, tomando os cuidados, e a nossa campanha está sendo exitosa”, afirmou.

Fonte: SECOM/JP

Foto: SECOM/JP