sábado, 22 de junho de 2024
Economia 18, novembro, 2023

Secretário nacional de Economia Popular e Solidária visita Fenafes

thumb

A Paraíba recebeu, nesta sexta-feira (17), o secretário nacional de Economia Popular e Solidária, Gilberto Carvalho. Em sua passagem pelo Estado, o secretário dialogou com representantes do segmento da Economia Solidária de toda a região Nordeste e prestigiou a II Feira Nordestina da Agricultura Familiar e Economia Solidária (Fenasfes), uma realização do Governo da Paraíba que acontece desde a quinta-feira (16) e vai até este domingo (19), no Espaço Cultural, em João Pessoa.

O secretário nacional foi acompanhado, na ocasião, pela secretária de Estado do Desenvolvimento Humano, Pollyana Dutra, que enfatizou o papel da Economia Solidária no combate à fome. “A autonomia e a empregabilidade são armas potentes no combate à fome. Por isso discutimos Economia Solidária em toda a Paraíba, uma discussão que gera autonomia e empoderamento das regiões. Não só a Paraíba, mas todo o Nordeste, presente aqui, entendeu que podemos participar do desenvolvimento do país, com desenvolvimento sustentável, indústria limpa e participação num PIB que gere autonomia das famílias e elimine a fome”, destaca.

O secretário Gilberto Carvalho lembrou que, hoje, a Economia Solidária, em todo o país, é responsável por centenas de milhares de empregos. “Um exemplo são os catadores de material reciclável, que se juntam numa cooperativa e, recebendo apoio governamental, passam a prestar um serviço ambiental extraordinário, e mais do que isso, sustentam de maneira decente as suas famílias. Temos também a agricultura familiar que é o nosso campo mais vasto. Quem for à Feira poderá constatar”, convida.

Sobre o apoio do Governo Federal ao segmento, o secretário destacou a retomada do Programa de Aquisição de Alimentos (PAA) e do Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE). “Na agricultura familiar, o principal fomento foi a retomada da compra direta, em que o Governo compra do agricultor familiar e entrega para população vulnerável, e também a compra da merenda escolar ao agricultor familiar. Já a partir de janeiro do próximo ano, estamos trabalhando para realizar chamadas públicas, nas quais as cooperativas vão se inscrever para receber dinheiro. O Governo Federal apoia todo o agronegócio, e tem que apoiar. Se é justo para essa atividade, mas justo ainda é para os pequenos, para as cooperativas. Além disso, outra coisa importante é a qualificação das pessoas.  Focaremos na qualificação das pessoas e na assistência técnica. Com isso conseguiremos mudar a economia do país”, revela otimista.

O Governo da Paraíba, por meio da Secretaria Executiva de Segurança Alimentar e Economia Solidária, vinculada à Secretária de Estado do Desenvolvimento Humano, executa o Programa de Aquisição de Alimentos, na modalidade Compra com Doação Simultânea, com um recurso federal de R$ 4,9 milhões, beneficiando 657 agricultores por todo estado. Mantém seis Casas de Economia Solidária (Barra de Santa Rosa, Araruna, Soledade, Ingá, Pombal e Sumé) que fomentam a produção do artesanato paraibano e a integralização dos artesãos aos empreendimentos da economia solidária. Em João Pessoa, o Centro Público de Economia Solidária – Eco Paraíba, localizado em Tambaú, é um espaço que além de comercializar produtos da economia solidária, presta assessoramento técnico e articula a rede de empreendedores solidários.

Ainda fazendo parte da programação aconteceu durante a tarde o 1º Encontro Estratégias de Desenvolvimento da Economia Solidária no Nordeste, com o objetivo de discutir e debater o fortalecimento da Economia Solidária entre os grupos de Economia Solidária no Nordeste.

II Feira Nordestina da Agricultura Familiar e Economia Solidária – é uma realização do Governo da Paraíba, por meio da Secretaria de Agricultura Familiar e do Desenvolvimento do Semiárido, Secretaria de Estado do Desenvolvimento Humano e Empreender Paraíba, e do Consórcio Nordeste, por meio da Câmara Temática de Agricultura Familiar. É espaço de comercialização de produtos da agricultura familiar e economia solidária. Conta também com palestras, painéis, reuniões e exposições.

SERVIÇO:

II Feira Nordestina da Agricultura Familiar e Economia Solidária –

Local: Espaço Cultural José Lins do Rêgo

Dias: 16 a 19 de novembro de 2024.

Fonte – SECOM-PB