quinta-feira, 25 de julho de 2024
Saúde 21, setembro, 2023

TCU investiga emendas da bancada da Paraíba a hospital de Campina Grande

thumb

A destinação de emendas parlamentares para a construção de um hospital na Paraíba entrou na mira do Tribunal de Contas da União. A informação é do Metrópoles.

O órgão abriu uma investigação preliminar para apurar um suposto esquema de desvio milionário de emendas destinadas à construção da unidade, que pertence a uma instituição de ensino privada.

A obra foi tocada com recursos públicos de emendas direcionadas a uma fundação ligada ao ensino privado. Segundo documentos a que o TCU teve acesso, parte das emendas teria sido desviada. O esquema teria contado com a participação de parlamentares federais.

De acordo com apuração da Corte de Contas, o hospital tem instalações acima da demanda da região. Ao mesmo tempo, os salários pagos aos profissionais de saúde que trabalham na unidade estão bem abaixo do mercado, o que levantou suspeitas dos investigadores.

Outro ponto que motivou suspeitas do TCU foi o fato de que, apesar da injeção milionária de recursos públicos por meio das emendas parlamentares, diversos fornecedores da obra do hospital disseram aos investigadores não terem recebido pelos serviços prestados.

Por ora, ministros do Tribunal de Contas da União preferem manter o nome do hospital e dos parlamentares suspeitos em sigilo. O argumento é de que a divulgação de detalhes neste momento pode atrapalhar o andamento das investigações.

Apesar dos nomes dos envolvidos estarem sob sigilo, o único hospital construído na Paraíba com emendas parlamentares foi o Help, em Campina Grande, mantido pela Fundação Pedro Américo, do Grupo Unifacisa.

Em 2022, a bancada paraibana na Câmara Federal destinou R$ 11,7 milhões em emendas para a construção do Hospital Help.

Fonte – Blog Sony Lacerda