segunda-feira, 11 de dezembro de 2023
Saúde 31, agosto, 2023

Transplantes: 24ª doação de multiórgãos de 2023 na Paraíba tira cinco pacientes da lista de espera

thumb

A Central de Transplantes da Paraíba registrou, na manhã desta quarta-feira (30), a nona doação de múltiórgãos realizada este ano no Hospital de Trauma de Campina Grande. Foram doados o fígado e os rins – já destinados a pacientes da lista de espera – e as córneas foram enviadas para o Banco de Olhos, onde são avaliadas e posteriormente definidos os dois receptores. Ao todo, já são 24 doações somadas em 2023 no estado.

O fígado foi encaminhado para um paraibano de 61 anos, o rim direito para um homem de 63 anos, do estado da Bahia, e o rim esquerdo também para uma baiana de 42 anos.

O doador foi um paciente de 56 anos que sofreu uma queda e foi socorrido para a unidade pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu). O paciente passou por exames laboratoriais e de imagem que diagnosticaram a morte encefálica, seguindo o protocolo do Ministério da Saúde para esse diagnóstico, incluindo a realização de exame complementar confirmatório.

Após a entrevista familiar positiva, a equipe da Central de Transplantes acompanhou todo o processo de doação e realizou a identificação dos receptores dos órgãos, cadastrados em uma lista nacional única. Foram doados o fígado, os rins e as córneas.

Antes de iniciar o procedimento de captação, colaboradores do serviço prestaram homenagem ao paciente e à família do doador. Um corredor humano foi feito desde a saída da UTI Clínica, onde o paciente estava internado, até o Bloco Cirúrgico, onde aconteceu a captação dos órgãos.

De acordo com a diretora da Central de Transplantes, Rafaela Dias, destaca que o desafio constante da doação de órgãos. “A doação de órgãos transcende fronteiras e ultrapassa diferenças socioeconômicas, unindo pessoas em um ato de generosidade e amor ao próximo. Como direção da Central, incentivo todos a refletirem sobre a importância da doação de órgãos. E mais uma vez, precisamos reforçar a importância da sensibilidade da família do doador, que é quem autoriza a doação”, enfatiza.

De janeiro até agora a Paraíba já registrou a realização de 170 transplantes, sendo 122 de córneas, seis de coração, 22 de rim, 16 de fígado e quatro de medula óssea. Ainda aguardam na lista 496 pessoas, sendo 303 esperando por uma córnea, cinco por um coração, 19 por um fígado e 169 por um rim.

Fonte: SECOM/PB

Foto: SECOMPB