quinta-feira, 25 de julho de 2024
Geral 25, agosto, 2023

Ações do Governo da Paraíba que cuidam da pessoa idosa servem de modelo para Amapá e RN

thumb

As ações do Governo da Paraíba voltadas para o público idoso continuam servindo de modelo para outros Estados que pretendem aperfeiçoar suas políticas públicas neste segmento. Esta semana, a Paraíba está recebendo a visita de representantes do Amapá e do Rio Grande do Norte, que estão conhecendo projetos como o Cidade Madura e a oferta de serviços dos Centros Sociais Urbanos (CSU) para a pessoa idosa.

A secretária de Estado do Desenvolvimento Humano (Sedh), Pollyanna Dutra, recebeu, nessa quarta-feira, (23), a presidente do Conselho Estadual de Defesa dos Direitos da Pessoa Idosa do Estado do Amapá, Palmira Bittencourt; e a coordenadora da Casa de Passagem para Pessoa Idosa e ex-presidente do Conselho, Maria Aparecida Machado. 

Acompanhadas da técnica de referência para a Pessoa Idosa da Sedh e presidente do Conselho Estadual de Defesa dos Direitos da Pessoa Idosa do Estado, Joilma de Oliveira; e da gerente dos Centros Sociais Urbanos (CSU), Marília França; elas visitaram as instalações do Centro Social Urbano Monsenhor José Coutinho, localizado no bairro de Mandacaru, na Capital, onde conheceram as instalações e serviços ofertados à comunidade e também ao segmento dos idosos.

Aparecida Machado destacou as ações desenvolvidas pelo Governo da Paraíba, em especial o Condomínio Cidade Madura. “No Amapá, não temos equipamento como esse, um equipamento de abrigamento temporário, uma Casa de Passagem para a pessoa idosa, e sentimos muita falta na rede, porque há muitos idosos que muitas vezes saem de casa para ir a uma farmácia e esquecem de voltar para casa, ficam perdidos, e quando são encontrados pela polícia, bombeiro ou Samu, não têm para onde levar; acabam indo para o hospital. Por isso, estamos lutando para que possamos criar essa Casa de Passagem. E como temos a referência da Paraíba, viemos visitar para que possamos levar esse modelo para nosso estado”, afirmou.

A presidente do conselho do Amapá, Palmira Bittencourt, também destacou as ações da Paraíba. “Viemos conhecer o trabalho, o funcionamento desse projeto, que ainda não temos. Por isso, é muito importante conhecer, saber como funciona, verificar o que pode ser aperfeiçoado para que possamos levar esse projeto e executar no Amapá”, declarou Palmira.    

A presidente do conselho paraibano, Joilma Oliveira, analisou a visita. “Considero importante e salutar o encontro com as conselheiras do Amapá, pois teremos a oportunidade de apresentar experiências exitosas que a Paraíba oferta para as pessoas idosas. Excelente momento também para ouvir e entender como se dá esta oferta no Amapá. Além de apresentar serviços, teremos oportunidade de dialogar sobre os processos necessários para criação da Casa de Passagem naquele estado”.

A gerente dos Centros Sociais Urbanos (CSU), Marília França, avalia de forma positiva essa troca de experiências. “A partilha sobre os êxitos e avanços significativos referente aos equipamentos e serviços ofertados no nosso estado, com profissionais e equipes que atuam em outras regiões do nosso país, é sempre importante”.

Cidade Madura – O Residencial Cidade Madura de João Pessoa foi visitado pelas representantes dos estados do Rio Grande do Norte e do Amapá nessa quarta-feira (23), com o intuito de conhecer o programa do Governo da Paraíba. A iniciativa é de caráter intersetorial, envolve a Companhia Estadual de Habitação Popular e as Secretarias de Estado do Desenvolvimento Humano, Educação, Saúde e a de Segurança Pública e Defesa Social, na sua execução. 

O Cidade Madura é um programa habitacional voltado para idosos que objetiva oferecer uma moradia mais digna à essa população. Além de uma estrutura com espaço de convivência, é oferecido aos moradores atendimento médico no local, fisioterapia e assistência social. No Brasil, o residencial é o único condomínio habitacional exclusivo para a população idosa considerada política pública.

Na ocasião da visita, Gilmara Oliveira, gerente executiva da Proteção Social Básica da Sedh, falou sobre a satisfação de receber as equipes de outros estados. “Receber essas equipes é ter a certeza de que, enquanto política pública, o nosso estado é referência para todos os estados do Brasil. Demonstra o cuidado do Governo da Paraíba com os nossos idosos”, destacou.

A presidente do Conselho Estadual dos Direitos da Pessoa Idosa do estado do Amapá, Palmira Bitencourt, disse que veio verificar esse acolhimento da pessoa idosa dentro de uma política estadual. “O que a gente presenciou aqui foi um projeto magnífico, algo que deu certo e a gente tem orgulho de levar isso para o nosso estado para quem sabe também acolher essa política pública”, frisou.

A assistente social do Rio Grande do Norte, Edvania Freitas, parabenizou o Governo da Paraíba e afirmou que “conhecer essa rica experiência nos faz perceber o quanto é importante o Governo priorizar ações voltadas para a pessoa idosa. Esse equipamento social traz, através da moradia digna, de qualidade, com equipes multidisciplinares do Governo do Estado atuando diretamente no local para promover a proteção social para a pessoa idosa. Estamos aqui para pensar como podemos construir, no Rio Grande do Norte, uma política pública voltada para o fortalecimento da habitação e também de forma integrada com outras políticas públicas”.

O Cidade Madura é composto por 40 unidades habitacionais e atualmente está instalado nas cidades de João Pessoa, Campina Grande, Guarabira, Cajazeiras, Sousa, Patos, Monteiro e Bayeux. Só na Capital paraibana, 37 idosos são beneficiados com o residencial. Não é a primeira vez que o projeto chama atenção de outros estados. Recentemente, a Paraíba recebeu uma equipe de gestores da cidade de Blumenau (SC) para conhecer o funcionamento e a execução dos residenciais Cidade Madura.

Fonte – SECOM-PB