Terça, 21, Setembro, 2021
Esportes 31, agosto, 2021

Brasil é prata na natação no revezamento misto 4×100 m na Paralimpíada

thumb

Após o ouro de Carol Santiago (100 metro livre S12) e prata de Gabriel Bandeira (200 m medley SM14), a natação brasileira conquistou mais duas medalhas na Paralimpíada de Tóquio (Japão), manhã desta terça-feira (31). O país faturou a prata no revezamento misto 4×100 metros livre classe 49 pontos (deficiência visual), com o tempo de 3min54s95, com a equipe formada por Wendel Belarmino (S11), Douglas Matera (S13), Lucilene da Silva Sousa (S12) e Carol Santiago (S12). Um pouco antes, Mariana Gesteira Ribeiro, natural de Itaboraí (RJ), assegurou bronze nos 100 m livre da classe S9 (deficiência físico-motora), ao completar a prova em 1min03s39.

Um pouco antes, Mariana Gesteira Ribeiro, natural de Itaboraí (RJ), assegurou bronze nos 100 m livre da classe S9 (deficiência físico-motora), ao completar a prova em 1min03s39. As competições da modalidade esportiva estão sendo disputadas no Centro Aquático de Tóquio, na capital japonesa.

Pódio

Nos 100 metros livre (S9), a neozelandesa colocou a medalha de ouro no peito após atingir a marca de 1min02s37. Já a prata ficou com a espanhola Sarai Gascon, que fez o tempo de 1min02s37.No revezamento misto nos 4×100 metros livre 49 pontos (deficiente visual), Vladimir Sotnikov, do Comitê Paralímpico Russo, venceu a prova com o recorde paralímpico de 3min54s95. Já o bronze foi para o ucraniano Kyrylo Garashchenko,com o tempo de 3min55s15.

Fonte: Agência Brasil

Foto: Tânia Rêgo