domingo, 25 de fevereiro de 2024
Política 28, novembro, 2023

Cartaxo, Jackson e a constatação que não agrada, mas é real

thumb

O diretório do PT de João Pessoa se reúne na próxima quinta-feira (30) em busca de um acordo entre os deputados Luciano Cartaxo e Cida Ramos. Ou seja, o partido quer saber se existe a possibilidade de um abrir mão da pré-candidatura a prefeito para apoiar o outro.

Com isso, evitaria-se as prévias marcadas para 21 de janeiro e o partido poderia participar da conferência nacional do partido, com a presença de Lula, nos dias 8 e 9 de dezembro, já com o nome definido.

A julgar pelas declarações de Cartaxo, em resposta ao presidente do PT na Paraíba, Jackson Macedo, a chance de um acordo é quase zero.

Em entrevista à CBN Paraíba, Jackson afirmou nome do partido em João Pessoa deve representar a militância e o legado petista, e que Cida Ramos se encaixa mais no perfil.

“Com todo valor que Luciano Cartaxo tem, mas ela tem mais identidade com esse campo”, disse. E ainda lembrou que a parlamentar nunca “abandonou” a esquerda.

A militância petista raiz não esquece o fato de Cartaxo ter deixado o PT em um dos momentos mais críticos: escândalos e processo de impeachment da então presidente Dilma Rousseff. E Jackson não está errado em se tratando de abandono e identidade.

Cartaxo rebateu em nota: “Jackson Macedo deveria trabalhar para fortalecer o Diretório Estadual ao invés de oferecer opinião sobre os rumos da candidatura municipal em João Pessoa, onde temos verdadeiramente chances reais de vencer as eleições”.

Fonte – Blog Sony Lacerda