quarta-feira, 22 de maio de 2024
Política 28, agosto, 2023

Cidade Madura do Governo da Paraíba continua sendo referência para outros Estados 

thumb

Aexperiência de um condomínio residencial para idosos que não têm casa própria oportunizada pelo Governo da Paraíba, que também oferece espaço de convivência, assistência à saúde e social e qualidade de vida, continua despertando o interesse de diversos estados brasileiros que pretendem implantar o modelo desta ação. Após receber nesta semana as visitas de representantes dos governos do Amapá e Rio Grande Norte, nessa sexta-feira (25), gestores do Rio Grande do Sul estiveram no Cidade Madura de João Pessoa para conhecer de perto a estrutura do programa habitacional paraibano voltado para pessoa idosa.

O secretário de Habitação e Regularização Fundiária do Estado do Rio Grande do Sul, Fabrício Peruchin, juntamente com a diretora de Regularização Fundiária e Reassentamento, Daiane Malabarba, e o diretor adjunto, Pedro Guedes, foram recepcionados pela gerente executiva da Proteção Social Básica da Secretaria de Estado do Desenvolvimento Humano (Sedh), Gilmara Oliveira, e técnicos da Companhia Estadual de Habitação Popular da Paraíba (Cehap). 

Fabrício Peruchin comentou como soube da execução desse programa: “Fui visitar o Cohapar (Companhia Habitacional do Paraná), e descobri que a ideia de lá foi originada do Cidade Madura da Paraíba. Sendo assim, a melhor forma foi vir visitar. A Secretaria de Habitação do Rio Grande do Sul é nova e agora precisamos fazer algo. Nós temos uma população muito idosa – 20% da nossa população está acima de 60 anos, daí necessitamos de programas voltadas para estas pessoas. Agora, ao conhecer o residencial, estou encantando não só pela estrutura, mas a administrativa porque sei que demanda uma equipe grande e dedicada”.

Ele também elogiou a estrutura física do Cidade Madura, bem como a parte administrativa, adiantando que pretende adotar o modelo no Rio Grande do Sul. “Encantado com a harmonia e a lindeza do lugar. Estou vendo que os idosos que moram aqui são felizes com o que recebem do Governo do Estado, isso é muito gratificante para nós gestores públicos. De fato, eu já esperava conhecer o que estou vendo, porque a expectativa foi gerada antes quando o gestor do Paraná me comentou. O Cidade Madura, não é só um programa habitacional, ele é multidisciplinar, acho que a transversalidade passa por aqui, não se larga as pessoas construindo uma casa e deixando de lado; aqui vocês acolhem, dão estrutura, atividades, aqui estão felizes. Repito, estou encantado com o Programa e já estou idealizando um modelo muito parecido para o Rio Grande do Sul, porque acho que faz todo sentido copiar as boas práticas que os outros estados estão implementando, se é uma boa prática tem que se expandir”, ressaltou o secretário Fabrício Peruchin.

A secretária de Estado do Desenvolvimento Humano, Pollyana Dutra, externou sua satisfação pelo fato de as boas práticas da Paraíba estarem servindo de modelo para outros Estados, o que proporciona uma troca de experiências. “O Cidade Madura tem se mostrado como um verdadeiro exemplo para o país. Lá proporcionamos uma oportunidade de socialização para os idosos, e essa socialização, essa convivência, proporciona uma melhor qualidade de vida, e mais longevidade para a população idosa. Essa semana a Paraíba recebeu muitas visitas, foram comitivas do Amapá, Rio Grande do Norte, Roraima, Paraná, Mato Grosso do Sul e Rio Grande do Sul. Ficamos imensamente felizes e honrados em receber tantos estados e mostrar esse exemplo de cuidado da nossa Paraíba. Acredito que esse intercâmbio é muito importante, pois, além de compartilharmos conhecimentos, a gente acaba aprendendo também sobre os ativos que há em cada estado que nos visita”, afirmou Pollyanna Dutra.

A gerente executiva da Proteção Social Básica da Sedh, Gilmara Oliveira, comentou que a realização dessas visitas de técnicos de diversos estados ao residencial Cidade Madura representa a cooperação entre os Estados, visando a implantação e/ou melhoramento de políticas públicas específicas destinadas a pessoa idosa. “É motivo de satisfação para nós que fazemos parte da gestão”, declarou. 

Também nessa sexta-feira, o residencial foi visitado pelo presidente do Fórum Nacional de Secretários de Habitação e Desenvolvimento Urbano (FNSHDU), Jorge Lange; a presidente da Companhia de Desenvolvimento de Roraima (Codesaima), Maria Dantas Diretora; e a diretora presidente da Agência Municipal de Habitação e Assuntos Fundiários de Campo Grande (MS), Maria Helena BuGhui.

Os Condomínios Cidade Madura são compostos por 40 unidades habitacionais e atualmente estão em funcionamento em sete cidades paraibanas: João Pessoa, Campina Grande, Guarabira, Cajazeiras, Sousa, Patos, Monteiro. O Governo da Paraíba está construindo mais um residencial no município de Bayeux, com previsão de entrega no mês de setembro; e também em Mamanguape e Catolé do Rocha. Com licitação prevista para outubro, na cidade de Conceição, este último o primeiro de caráter regionalizado. 

O residencial Cidade Madura é uma iniciativa de caráter intersetorial, envolvendo a Companhia Estadual de Habitação Popular e as Secretarias de Estado do Desenvolvimento Humano, Educação, Saúde e a de Segurança Pública e Defesa Social, na sua execução. 

Fonte – SECOM-PB