Sexta, 15, Janeiro, 2021
banner

Até que enfim

12, janeiro, 2021

Pensei que não, mas tudo indica que a reunião do Conselho Arbitral para discutir a realização do Campeonato Paraibano vai acontecer antes da vacina contra a Covid-19 ser liberada. Bastou um pequeno pronunciamento do Ministério Público, para despertar o interesse da Federação Paraibana de Futebol, que com todo o tempo de paralisação no esporte, ainda vive clima de recesso.

Mas podem ter certeza que não vai ser nada fácil a organização do Campeonato Paraibano de 2021. Depois daquela reunião que aconteceu no ano passado, quando a maioria dos clubes optou pela não realização do evento, que as divergências entraram em cena. Até quem assinou aquele documento, começou a pensar diferente depois que o Botafogo disse que queria disputar a competição estadual.

O problema é que agora o clima é de muita divergência, pois tem clube querendo o Campeonato Paraibano no primeiro semestre, outros na segunda metade do ano. A Federação Paraibana de Futebol vai ter que mostrar muita habilidade e competência para chegar a um acordo que possibilite a realização do evento. Eis então, a grande questão.

E para complicar ainda mais a situação, dinheiro que é bom não existe. Quem contou com a liberação do dinheiro do Governo do Estado já não tem mais aquela certeza, pois a burocracia é grande para quem quiser ter direito. O exemplo maior é o Botafogo, que desde o fim do ano passado reúne documentos para se tornar regular e não consegue. Os problemas são muitos e essa reunião do Conselho Arbitral promete.

Positivo
O prefeito Cícero Lucena está visitando os principais equipamentos pertencentes a Prefeitura Municipal de João Pessoa para colocar a casa em ordem e fazer funcionar bem o que está pronto. Com certeza estará visitando os principais centros esportivos da Capital, onde vai ter muito trabalho na recuperação da maioria. Mas é preciso.

Negativo
Não está nada fácil para conseguir a liberação do dinheiro dos programas de incentivo ao esporte do Governo do Estado, criados no ano passado. Quem não estiver em dia com as suas obrigações vai ter que trabalhar dobrado, pois a burocracia é grande e muitos servidores tentam complicar ainda mais. Quer ter certeza, tente.

No Foco
A s dificuldades são muitas por conta dessa pandemia do coronavírus, mas o presidente do Clube dos Oficiais da Polícia e Bombeiro Militar da Paraíba – COPM-BM – coronel Francisco de Assis, trabalha com a sua diretoria para continuar com todos os compromissos em dia e com mais incentivo ao esporte e ao social. Nota 10

Compartilhe:
banner