Segunda, 18, Janeiro, 2021
banner

Foi só teatro mesmo

7, janeiro, 2021

Botafogo, Treze e Campinense estão no mercado da bola. Decidiram não esperar pela “vacina” que será liberada pela Federação Paraibana de Futebol sabe lá Deus quando. As ações dos três principais times só mostram que aquela reunião do Conselho Arbitral que aconteceu no fim do ano passado e que optou pela não realização do Campeonato Paraibano não valeu de nada.

A verdade é que a Federação Paraibana de Futebol caminha de forma muito lenta. Como ficou ao lado dos clubes na reunião do Conselho Arbitral, agora está sem um argumento sólido para decidir pela realização ou não do Campeonato Paraibano de Futebol Profissional. As dúvidas estão no ar e isso só prejudica quem gosta de trabalhar em cima de um planejamento inteligente.

O tempo está passando e com ele aumenta a angústia dos times que estão operando no vermelho antes mesmo da bola rolar no Campeonato Paraibano, que vai acontecer não sei quando. O desespero é real até porque não existe nenhum avanço entre os clubes e o Governo do Estado. Muita conversa nos bastidores e muitos pedidos de políticos, mas a negociação não avançou.

A dúvida sobre a realização do Campeonato Paraibano existe, mas Treze, Botafogo e Campinense têm outras competições em 2021. Por isso mesmo decidiram não perder tempo e correram para o mercado da bola. As contratações estão acontecendo e vem mais novidades por aí. O restante dos filiados fica à espera da Federação Paraibana de Futebol.

Positivo
A natação do Clube dos Oficiais da Polícia e Bombeiro Militar da Paraíba – COPM-BM – retoma as suas atividades em 2021 com força total e com a coordenação do professor Tiago Nascimento. Além da equipe competitiva, também tem as escolinhas em diversas categorias na busca de novos talentos. Contatos pelo 9.8802-6121.

Negativo
O presidente do Botafogo-PB, Alexandre Cavalcanti ainda não sabe com quem vai poder contar no campo financeiro para formar o novo elenco. E por onde andam as figurinhas carimbadas que trabalharam contra os gestores que anteceram Alexandre Cavalcanti? Ninguém sabe, ninguém viu. A preocupação é geral.

No Foco
O presidente da Federação Paraibana de Voleibol, Carlos Fernandes, já retomou as suas atividades e começa a planejar o calendário de 2021. Também está na torcida e nos cuidados pelo fim da pandemia do coronavírus. O voleibol paraibano vive um bom momento. Ponto para Carlos Fernandes.

Compartilhe:
banner