Segunda, 18, Janeiro, 2021
banner

O futebol que mais perde

30, dezembro, 2020

Uma discussão que parece não ter mais fim. A Federação Paraibana de Futebol (FPF) ainda não se pronunciou sobre o calendário de 2021 e a realização do Campeonato Paraibano de Futebol Profissional continua indefinida conforme desejo manifestado pelos clubes em reunião realizada com a presidente da entidade, Michelle Ramalho.

Essa indefinição vai atrapalhar a vida de muita gente. Quem gosta de se planejar e sempre faz opção pelo profissionalismo está com dor de cabeça, pois sente que o final dessa novela não terá um final feliz, já que são poucos dirigentes que levam a sério o futebol profissional da Paraíba, que continua fluindo em ordem decrescente.

Alegando que não tem receita para bancar as despesas do Campeonato Paraibano e com os clubes apresentando dificuldades também no campo financeiro, a FPF continua em silêncio. A presidente Michelle Ramalho precisa mudar seu estilo de gestão e criar coragem na hora de decidir pelo melhor. Com certeza sabe que errou em aceitar a decisão dos clubes em não realizar a competição do próximo ano, mas não tem mostrado muita preocupação.

Nacional de Patos, Sousa e Treze, se manifestaram através dos seus dirigentes e pedem a realização do Campeonato Paraibano no segundo semestre. Não sei se seria o ideal, mas essa vontade não predomina com a opinião de todos os cartolas. As divergências continuam em evidência e tudo indica que a competição do próximo ano, se acontecer, resultará em novos prejuízos, como aconteceu em 2020.

Positivo
Mesmo com todas as dificuldades por conta da pandemia do coronavírus, a diretoria do Clube dos Oficiais da Polícia e Bombeiro Militar da Paraíba -COPM-BM – está fechando mais um ano com saldo positivo, com todos os compromissos em dia e investimentos no patrimônio. O presidente do COPM-BM, Coronel Francisco de Assis, tem mostrado muita competência na gestão.

Negativo
Cristiano Ronaldo foi o grande vencedor individual do Globe Soccer Awards, premiação organizada pelo Conselho de Esportes de Dubai, nos Emirados Árabes Unidos. Lamentável. A escolha mostra que o nível do futebol mundial também desce a ladeira. Os verdadeiros craques parece que deixaram de existir mesmo.

No Foco
A diretoria da Uninassau em João Pessoa foi contemplada com a edição 2020 do Prêmio Melhor do Esporte, pelo incentivo dado em diversas modalidades em 2020. O planejamento de 2021 está em fase final e promete apoio e a realização de grandes eventos. A Uninassau acredita na força do esporte.

Compartilhe:
banner