quinta-feira, 25 de julho de 2024

Quem foi o Tenente Retumba, que nomeia rua em João Pessoa?

5, abril, 2024

Há três figuras da família Retumba, a guardarem importância na história da Paraíba, que viveram e morreram no Século XIX. São eles: o engenheiro português Francisco Soares da Silva Retumba, o engenheiro de Minas Francisco Soares da Silva Retumba Filho (naturalmente, filho do primeiro, que existiu entre 1856 e 1890, morrendo, no Recife, em condições ditas misteriosas, que se pensa ter sido suicídio) e o deputado federal tenente João da Silva Retumba (certamente, irmão do segundo e filho do primeiro).

O pai foi o construtor da Ponte do Baralho (a famosa Ponte de Bayeux ou do Sanhauá), ligando a capital ao restante do estado. Retumba Filho descobriu a famosa Pedra da Retumba, em Pedra Lavrada, contendo inscrições rupestres, desaparecida com o tempo e redescoberta em 2020 por uma equipe da UEPB, após extenuantes escavações. Foi também autor de importante relatório, em 1886, sobre a economia da Paraíba, a pedido do presidente da província, Antônio Herculano de Sousa Bandeira Filho. O terceiro, foi tenente da Marinha e deputado federal constituinte em 1891, pela Paraíba, após ter militado ativamente em favor da República.

Consta, ainda, que entre 1891 e 1894, Tenente Retumba participou da historicamente conhecida Revolta da Armada, na qual a Marinha reclamava maior participação no governo republicano instalado em 1889, participação pela qual acabou punido e depois reintegrado à Arma. Ele empresta o seu nome a uma das ruas do centro histórico de João Pessoa, na cidade baixa.

A rua Tenente Retumba possui um traçado em linha reta que tem início na Avenida Guedes Pereira (também conhecida como a descida do comércio), sendo que as duas primeiras partes (entre a Guedes Pereira e a Riachuelo, e entre a Riachuelo e a Silva Jardim, já viraram calçadão). Trata-se de uma rua inteiramente voltada para o comércio de varejo.

No início da segunda metade do Século XX, foi na rua Tenente Retumba que funcionou a Estação Rodoviária Interestadual e Intermunicipal de João Pessoa, e uma movimentada feira livre, conhecida como Feira da Primavera, que tinha como limite a oeste a Beaurepaire Rohan. O Tenente Retumba viveu entre 1857 e 1899.