Quarta, 06, Julho, 2022
Geral 18, junho, 2021

Cursos ofertados pela Sedes formam profissionais para o mercado de trabalho

thumb

Quem busca se inserir no mercado de trabalho seja em empresas, comércio ou abrindo o seu próprio negócio, a capacitação é uma grande aliada. É o caminho que 115 pessoas com perfil de vulnerabilidade social da Capital estão buscando através dos cursos oferecidos gratuitamente pela Secretaria de Desenvolvimento Social (Sedes) no Centro de Referência da Cidadania (CRC) de sete bairros – Costa e Silva, Cristo, Funcionários, Jardim Veneza, Mangabeira, Roger e Torre.

As aulas estão acontecendo de forma presencial, obedecendo aos protocolos de segurança contra a Covid-19, como distanciamento, uso de álcool em gel, máscara e limite de alunos por turma. São cursos de cabeleireiro, manicure, pintura em tecido, informática e customização de roupas e consertos. “Estamos retomando esses cursos, dando oportunidade para que essas pessoas possam entrar no mercado de trabalho”, disse Rutheneia Monteiro, coordenadora da inclusão produtiva da Sedes.

No curso de corte e escova, no Centro de Referência da Cidadania do Costa e Silva, a instrutora da turma é Maria da Silva de Sousa, que disse que os alunos conseguem aprender e desenvolver bem as técnicas para seguir na profissão. “Eles são muito dedicados, vêem o curso como uma oportunidade para ter uma renda e melhorar a condição financeira. Estou feliz pela evolução deles ao do curso”, comemorou.

Um desses alunos é Josemar Candido, de 42 anos. Ele disse que já trabalha num salão de beleza, mas faz apenas escova de cabelo. Corte e outras técnicas ele está aprendendo no curso. “Me interessei justamente por isso, porque já é a minha área, ou seja, uma oportunidade para ampliar o meu conhecimento e poder trabalhar fazendo mais coisas”, disse o aluno, que deve concluir o curso no final deste mês. A certificação deve acontecer no dia 7 de julho.

De acordo com a Sedes, novas turmas para os cursos profissionalizantes devem ser abertas no segundo semestre deste ano.

Fonte: SECOM/JP

Foto: SECOM/JP