Segunda, 14, Junho, 2021
Futebol 30, maio, 2021

Gerson Gusmão admite fragilidade no setor ofensivo do Botafogo e aguarda reforço

thumb

O setor ofensivo continua sendo a grande dor de cabeça do Botafogo-PB. Pelo menos foi essa a impressão deixada pelo técnico Gerson Gusmão, na entrevista coletiva que concedeu logo depois do empate em 0x0 contra o Ferroviário-CE no estádio Almeidão, na estreia no Campeonato Brasileiro da Série C.

“Fizemos bom, primeiro tempo. Nosso time criou, dominou o jogo, criou oportunidades e tivemos chances claras de definir o jogo e fazer o placar no primeiro tempo. Nós não fomos felizes nessa situação e caímos de produção no segundo tempo. Com relação ao ataque, contratamos um atleta que se machucou, no caso Rafael, mas a diretoria está trabalhando para trazer um jogador experiente, com certeza com rodagem no futebol, que a competição exige, e acredito que nos próximos dias deve ser apresentado esse nome para os torcedores”.

Gerson Gusmão revelou que o Botafogo entrou em campo consciente de que tinha a obrigação de fazer o dever da casa, mas o objetivo não foi alcançado. Agora a palavra de ordem é buscar uma reabilitação fora de casa, já no confronto da próxima segunda-feira, contra o Paysandu.

“Na Série C a gente precisa vencer em casa e entramos com essa meta e só conseguimos o empate. Agora é buscar o resultado fora de casa contra o Paysandu. Será uma partida difícil, mas sabemos que a competição é difícil pra todo mundo”, completou.