quarta-feira, 29 de novembro de 2023
Esportes 2, outubro, 2023

JANAÍNA CHIANCA: um nome de respeito e grandes conquistas no basquete

thumb

Foi no Colégio Marista Pio X, em João Pessoa, que Janaina Chianca começou a se apaixonar pelo basquete, ainda com 10 anos de idade. Na época foi encaminhada para o voleibol, mas logo mudou o foco, ao ser convidada para participar dos primeiros treinos, e ficar fascinada com os primeiros arremessos.

A primeira professora de Janaina Chianca foi Eliane Holanda, enquanto que o primeiro técnico foi Raul Batista, quando começou a mostrar as suas qualidades e participar dos Jogos Escolares, e conquistar as primeiras medalhas. “Foi um começo interessante. Minha irmã jogava voleibol no Marista e eu a acompanhava das arquibancadas, mas de olho no basquete que fazia treinos no mesmo horário. Com o passar do tempo, o professor Raul Batista viu aquela garota empolgada e me ofereceu uma bola. Então fui fazendo os primeiros movimentos e me empenhando na busca do aperfeiçoamento”.

No começo Janaína Chianca contou com o apoio dos seus pais – Juvino de Souza Lima e Clara Maria Chianca de Souza – na prática esportiva. Com um ano de treinamento passou a integrar a equipe competitiva do Pio X nos Jogos Escolares. Também jogou por clubes como Astréa, Cabo Branco, Sport-PE e Seleção Paraibana.

Janaina Chianca também chegou a vestir a camisa da Seleção Baiana, numa época em que a Paraíba ficou de fora das disputas nacionais. Na sequência vieram os Jogos Universitários e a conquista de mais resultados importantes tornando a carreira da atleta mais relevante.

Como técnica, Janaína Chianca começou comandando o time do Unipê, quando recebeu a oportunidade de Diego Falcão, hoje na comissão técnica da seleção Brasileira, que na época teve que se transferir para São Paulo para tornar realidade o sonho do seu mestrado. A partir desse momento, Janaína Chianca confessa que ganhou mais experiência e começou a sua missão de formar e descobrir novos talentos no basquete.

Atualmente, Janaína Chianca está na Ansef-PB, onde conta com a assistência técnica e administrativa de Kátia Costa. Começaram com apenas um aluno. Gradativamente o projeto foi ganhando novos adeptos e hoje são mais de 100 atletas praticando a modalidade no ginásio da Ansef-PB, no Bessa.

O último resultado positivo de Janaína Chianca foi a conquista da medalha de prata nos Jogos da Juventude, que aconteceram recentemente em Ribeirão Preto-SP. O título de vice-campeã inédito na categoria 15-17 anos defendendo as cores do Colégio Interactivo colocou a Paraíba na elite da modalidade.