sábado, 25 de maio de 2024
Geral 18, outubro, 2023

No Dia Nacional de Vacinação, profissionais de saúde alertam sobre a caderneta atualizada


Warning: Undefined variable $thumbnail_link in /home/boombr/public_html/wordpress/wp-content/themes/bnm2020/single.php on line 29

As vacinas têm importância histórica para erradicação ou diminuição da incidência de várias doenças graves, como varíola, caxumba, gripe, poliomielite, rubéola, sarampo, tétano e entre outras, a mais recente doença que atingiu o mundo, a Covid-19. Nesta terça-feira (17), quando é comemorado o ‘Dia Nacional da Vacinação’, os profissionais fazem o alerta para a importância da atualização da caderneta, mantendo os cuidados necessários para prevenção de doenças.  

Com 12 anos dedicados a vacinação nos serviços de saúde do município, a técnica de enfermagem Maria da Paz de Oliveira Mendonça, que atua na USF São José, fala sobre a resistência de muitas pessoas com a vacinação e do trabalho de busca ativa realizado pelos profissionais de saúde. “Trabalho com amor e muita dedicação com o que eu faço, que é promover o cuidado e garantir assistência. Alertamos, orientamos, acolhemos e por fim, vacinamos e protegemos, todos os públicos e em especial as crianças que chegam até os serviços todos os dias”, disse a profissional.  

Maria da Paz fala, ainda, sobre a resistência e a desatenção das pessoas sobre a atualização da caderneta. “Ainda é comum nos deparamos com muitas pessoas resistentes a tomar as vacinas, ou por algum motivo, desatentar-se com a atualização da caderneta, seja de crianças, adolescentes e até adultos, sobretudo fazemos busca-ativa no serviço e nas comunidades para identificar a captar esses usuários para fazer para promover esse cuidado necessário, que é um bem coletivo, para todos”, completou a técnica.  

Os profissionais da saúde fazem o alerta também para a queda na cobertura vacinal, tanto para as vacinas de campanhas, quanto para as vacinas de rotina, motivadas pela desinformação e pelas fakes news.   “É inquestionável que as vacinas são seguras e salvam vidas. Impacto este visto em doenças que já foram erradicadas e recentemente durante a pandemia da Covid-19. As pessoas devem ter consciência que, no caso de dúvidas, não compartilhar mensagens que não tenham segurança sobre a sua veracidade, principalmente quando essa informação pode impactar na assistência de saúde de diversas pessoas, de forma negativa. Ainda, nos diversos serviços de saúde, os profissionais estão dispostos a esclarecer dúvidas e auxiliar no combate as fake news”, destacou Fernando Virgolino, chefe da Seção de Imunização da Prefeitura de João Pessoa.  

Além das vacinas que fazem parte do calendário como esquema vacinal, também são ofertadas a vacina antirrábica humana e a de febre amarela para casos específicos dos usuários.  

Vacinas ofertadas no Brasil – As 21 vacinas ofertadas gratuitamente pelo SUS são: BCG, Hepatite B, Hepatite A, Pentavalente, DTP, VIP, VOP, Meningocócica C, Pneumocócica 10, Rotavírus, Tríplice viral, Febre Amarela e Varicela para as crianças. Já para os adolescentes são: dT, Hepatite B, Tríplice Viral, HPV e Meningocócica C; e para os adultos, dT, Hepatite B e Tríplice viral. Tem ainda as vacinas de campanhas, que previnem contra os tipos de Influenza e a mais recente, Covid-19. Para acamados e hospitalizados, há ainda a Pneumocócica 23-valente (Pneumo 23).  

É importante salientar que embora o maior número de vacinas esteja previsto para utilização na infância, existem algumas que devem ser tomadas na vida adulta, cuja indicação vai depender da história vacinal da pessoa, das doenças que tiveram, saúde e a situação epidemiológica local.  

Na rede municipal de saúde de João Pessoa, as vacinas são disponíveis nas unidades de saúde da família (USF), policlínicas municipais e no Centro Municipal de Imunização (CMI), no horário de funcionamento de cada serviço.  

Saiba quais vacinas fazem parte do calendário nacional:BCG (Bacilo Calmette-Guerin) – previne as formas graves de tuberculose, principalmente miliar e meníngea;

Hepatite B;

Hepatite A;

Pentavalente – previne difteria, tétano, coqueluche, hepatite B e meningite e infecções por HiB;

Vacina Inativada Poliomielite (VIP) – previne poliomielite ou paralisia infantil;

Vacina Oral Poliomielite (VOP) – previne poliomielite ou paralisia infantil;

Pneumocócica 10 Valente – previne pneumonia, otite, meningite e outras doenças causadas pelo Pneumococo;

dTpa (Tríplice bacteriana acelular do tipo adulto) – previne difteria, tétano e coqueluche;

DTP (Difteria, tétano e coqueluche)

Rotavírus – previne diarreia por rotavírus;

Meningocócica C – previne as meningites do soro tipo C;

Febre Amarela (dose única) – previne a febre amarela;

Tríplice viral – previne sarampo, caxumba e rubéola;

Pneumocócica 23 Valente – previne pneumonia, otite, meningite e outras doenças causadas pelo Pneumococo;

Influenza – previne contra a gripe e suas complicações;

Varicela atenuada – previne varicela/catapora;

HPV – previne o papiloma, vírus humano que causa câncer e verrugas genitais;

Dupla Adulto – previne difteria e tétano.

Covid-19 – previne contra a Covid-19 e suas complicações;

Pneumocócica 23 – valente (Pneumo 23) – Para acamados e hospitalizados.  

  • Fonte – SECOM-JP
    Foto – Arquivo/SECOM