Segunda, 06, Dezembro, 2021
Saúde 26, maio, 2021

OMS: variante indiana é detectada em pelo menos 53 territórios

thumb

A variante indiana da covid-19 foi oficialmente detectada em 53 territórios, sendo 49 países, incluindo o Brasil, e quatro territórios ultramarinos, de acordo com um relatório da OMS (Organização Mundial de Saúde) publicado nesta quarta-feira (26) – veja a lista ao final da reportagem.

No entanto, a maior autoridade mundial em saúde recebeu informações de fontes não oficiais, indicando que a variante B.1.617 foi encontrada em sete outros territórios, de acordo com dados epidemiológicos semanais atualizados, elevando o número para 60.

De acordo com o relatório, a variante B.1.617 demonstrou ser mais contagiosa, enquanto o grau de gravidade e o risco de infecção são investigados.

No Brasil, a variante indiana foi identificada no Maranhão na última quinta-feira (20). Ela foi identificada em um paciente indiano, de 54 anos, que deu entrada em um hospital da rede privada em São Luís na semana passada.

Ele é um dos 24 tripulantes do navio MV Shandong da ZHI, cujas amostras de sangue foram enviadas ao IEC (Instituto Evandro Chagas), em Belém, no Pará, para a realização de sequenciamento genômico. Amostras de sangue de seis tripulantes foram encaminhadas para o instituto e todas foram confirmadas como cepas indianas.

O homem apresentou piora e precisou ser intubado. “Quanto ao único tripulante internado em Unidade de Terapia Intensiva no hospital da rede privada, em São Luís, o último boletim confirma que permanece com quadro clínico grave”, informo a Secretaria de Estado da Saúde em nota.

Três tripulantes do navio chegaram a ser internados com sintomas da covid-19, mas dois tiveram alta no dia 18 e retornaram à embarcação.

Além do Maranhão, a variante pode ter se espalhado para o Ceará e para o Pará. Os casos suspeitos estão em observação.

Queda de casos de covid-19 no mundo

Na semana passada, foram registrados mais de 4,1 milhões de novos casos e 84 mil óbitos no mundo, o que representa uma queda de 14% e 2%, respectivamente, em relação à semana anterior.

A maior redução de casos foi registrada na Europa e no Sudeste Asiático, segundo a organização.

O número de casos registrados nas Américas, no leste do Mediterrâneo, na África e nas regiões do oeste do Pacífico são semelhantes aos relatados na semana anterior.

“Apesar da tendência geral de diminuição dos casos nas últimas quatro semanas, a incidência de casos e mortes de covid-19 continua alta, e aumentos significativos foram observados em muitos países”, alerta o documento.

O maior número de novos casos nos últimos sete dias foi registrado na Índia (1.846.055, que de 23% menos); Brasil (451.424, alta de 3%), Argentina (213.046, alta de 41%), Estados Unidos (188,410, recuo de 20%) e Colômbia (107,590, diminuição de 7%).

Surgimento de novas cepas

Até o momento, foram detectadas quatro variantes de covid-19, vírus que surgiu no final de 2019 na China: britânica (B.1.1.7), sul-africana (B.1.351), brasileira (P.1) e indiana (B .1.617).

“A evolução do vírus é esperada e quanto mais o SARS-CoV-2 circula, mais oportunidades ele tem de evoluir”, diz o relatório.

“Reduzir o contágio por meio de métodos de controle de doenças estabelecidos e comprovados é parte essencial da estratégia global para reduzir as mutações que têm implicações negativas na saúde pública”, alerta a organização.

Confira a lista de países com a variante indiana:

  1. África do Sul
  2. Alemanha
  3. Argélia
  4. Argentina
  5. Aruba
  6. Áustria
  7. Bahrein
  8. Bangladesh
  9. Bélgica
  10. Botsuana
  11. Brasil
  12. Canadá
  13. Curaçao
  14. Dinamarca
  15. Eslovênia
  16. Espanha
  17. Estados Unidos
  18. Finlândia
  19. França
  20. Gana
  21. Grécia
  22. Guadalupe
  23. Holanda
  24. Índia
  25. Indonésia
  26. Irlanda
  27. Israel
  28. Itália
  29. Japão
  30. Jordânia
  31. Luxemburgo
  32. Malásia
  33. México
  34. Nepal
  35. Noruega
  36. Panamá
  37. Polônia
  38. Portugal
  39. Quênia
  40. Reino Unido
  41. República Democrática do Congo
  42. República Tcheca
  43. Romênia
  44. Rússia
  45. Singapura
  46. Sint Marteen
  47. Sri Lanka
  48. Suécia
  49. Suíça
  50. Tailândia
  51. Uganda
  52. Vietnã
  53. Zimbábue

Territórios com casos ainda não confirmados da variante indiana:

  1. Austrália
  2. Camboja
  3. Coreia do Sul
  4. China
  5. Filipinas
  6. Nova Zelândia
  7. Reunião

Fonte: R7