Segunda, 21, Junho, 2021
Geral 10, junho, 2021

Os interesses e as mentiras

Aquele teatro que os jogadores da Seleção Brasileira e o técnico Tite montaram quando a Conmebol confirmou o Brasil como sede da Copa América, fechou as cortinas em nome de muitos interesses no campo financeiro, alimentados pela força de grandes patrocinadores e de políticos que nada fazem pelo fortalecimento do esporte e faz muito tempo.

Depois da vitória contra o Paraguai, o elenco distribuiu nota, confirmando insatisfação com a Copa América no Brasil, mas todo mundo se comprometeu em participar da competição. Pátria Amada Brasil? Não. Tudo foi feito na busca de mais ganhos para as pomposas contas bancárias, e espaços na mídia, com base nas exigências dos contratos de patrocínios.

Agora não adianta reclamar. A Copa América será no Brasil, Tite e seus comandados estarão em campo e o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, garante que a realização da competição no país não gera risco adicional de contaminação pelo novo coronavírus, e foi mais além ao dizer que não acontecerá aglomeração de pessoas. Acreditem se quiser. As imagens que serão geradas nas mídias e os números da pandemia, com certeza vão falar bem mais alto.

E assim o Brasil, o país do samba e do futebol, segue o seu dia a dia com os números alarmantes da pandemia. Mas os políticos não pensam nisso, pois os interesses vão mais além. Infelizmente é essa realidade. Eu fico pensando o Brasil na final da Copa América. O Maracanã terá público? Aguardem. E o entorno do estádio, como ficará? Essa o ministro Marcelo Queiro vai responder em breve. Que Deus nos proteja e nos livre desse cenário da maldade.

Positivo
A diretoria do Campinense não desanimou com o empate na rodada de abertura do Campeonato Brasileiro da Série D. Ontem, foram anunciados o atacante Pedro Gabriel, o volante Serginho Paulista e o zagueiro Weverton. Para a satisfação do técnico Ranielle Ribeiro, os dirigentes continuam no mercado da bola e vem mais novidades por aí.

Negativo
Com toda a experiência que tem no futebol, o meia Clayton pisou na bola na partida contra o Paysandu-PA na última segunda-feira. Ele foi substituído e do banco de reservas passou a criticar a arbitragem. Acabou punido com o cartão vermelho. Agora vai cumprir suspensão automática, gerando mais preocupação no Botafogo-PB para o técnico Gerson Gusmão.

No Foco
O professor Rogério Velinho (D) informou que tendo em vista o diagnóstico de três atletas com Covid-19 na categoria sub-17, os treinos no Núcleo de Captação do Grêmio, em João Pessoa, estão suspensos por 15 dias nesta categoria. Velinho sempre trabalhando com muito profissionalismo.