sexta-feira, 1 de março de 2024
Educação 14, dezembro, 2023

PB é finalista no Prêmio LED Luz na Educação, com telescópios fabricados por reeducandos

thumb

AParaíba avançou para a final do Prêmio LED – Luz na educação, edição 2024, realizado pela Rede Globo de Televisão, com o Projeto Esperança no Espaço – que consiste na fabricação de telescópios refletores por reeducandos da cadeia da cidade de Esperança. O projeto está inscrito na categoria Empreendedores e Organizações Inovadoras – que abrange iniciativas que contribuem com a educação para além do ambiente escolar – e ficou entre os 15 finalistas selecionados entre 60 semifinalistas do país. Cada um dos seis vencedores – dois por categoria – receberá o prêmio de R$ 200 mil.

O Projeto Esperança no Espaço é gerido pela Secretaria de Estado da Administração Penitenciária e foi idealizado pelo policial penal e diretor da Cadeia Pública de Esperança, Lindemberg Gonçalves Lima, estudioso da astronomia, que encontrou num ambiente improvável, no interior de celas de uma cadeia, outros interessados pela temática, passando, assim, a idealizar a possibilidade de fabricação dos telescópios, a partir de materiais de baixo custo, e com a força de trabalho dos apenados, que, além do amplo conhecimento adquirido, são beneficiados com a remição de suas penas e maior qualificação, com consequente ampliação das possibilidades de oportunidades no mercado de trabalho quando do seu retorno à sociedade.

O resultado da fabricação do primeiro telescópio foi apresentado à juíza da 1ª Vara da Comarca de Esperança, Paula Frassinete Nóbrega de Miranda, que decidiu apoiar o projeto doando verbas de prestação pecuniária, viabilizando a aquisição de recursos necessários para produção de outros exemplares do equipamento. Até o momento, oito telescópios já foram produzidos na Cadeia Pública de Esperança e outros cinco estão em fase final de produção.

O projeto ambiciona produzir, por meio de parceria com a Secretaria de Estado da Educação, só em 2024, ao menos 600 telescópios para doação às escolas estaduais da Paraíba, com o intuito de despertar o interesse e facilitar a aprendizagem dos alunos da rede pública sobre astronomia e astrofísica.

Fonte – SECOM-PB