Segunda, 14, Junho, 2021
Geral 27, maio, 2021

Prefeitura de João Pessoa promove ações de preservação e recuperação de áreas verdes

thumb

Nesta quinta-feira (27) é comemorado o Dia da Mata Atlântica. Este é o principal bioma de João Pessoa, que está situada no contexto geográfico das Bacias Costeiras do Atlântico Nordeste Oriental. A Capital apresenta uma área de 211,474 km² (IBGE,2010), sendo 3.439,58 hectares de remanescentes vegetais. Para preservar e recuperar esse patrimônio ambiental, a Prefeitura de João Pessoa, por meio da Secretaria de Meio Ambiente (Semam), promove uma série de ações como pesquisas, elaboração de mapas, fiscalização, produção de mudas de árvores nativas para replantio, concessão de licenças, manejo dos parques e áreas verdes, entre outras atividades.

O secretário de Meio Ambiente, Welison Silveira, destacou que as nossas áreas de Mata Atlântica têm função primordial nos processos ecológicos, científicos e paisagísticos de João Pessoa. “É preciso compreender que nossas áreas verdes prestam serviços ambientais que são necessários à manutenção da vida – desde o fornecimento da água que consumimos e que também é utilizada na agricultura, até a preservação de espécies da fauna e flora. A Mata Atlântica é uma das florestas mais ricas em biodiversidade de vida no planeta e isso, por si só, já é mais do que suficiente para que seja preservada e recuperada. Sem dúvida é um privilégio para nós, , morar em uma cidade que tem a Mata Atlântica como principal bioma”, concluiu.

Viveiro Florestal – Numa parceria com o Sesc Gravata, que cedeu o terreno, a Prefeitura de João Pessoa reformou o Viveiro Florestal, onde jardineiros e viveiristas trabalham com a produção de mudas de árvores nativas para o replantio nas áreas públicas, como praças, canteiros de ruas e avenidas, escolas públicas, entre outros espaços. O Viveiro conta ainda com área para educação ambiental, que por enquanto está fechada para o público, por causa das medidas sanitárias de restrição contra a Covid-19. O Viveiro Florestal deverá receber estudantes e pesquisadores, que poderão acompanhar todo o processo de produção de mudas de árvores nativas.

Relatório – Os técnicos da Semam, da Divisão de Estudos e Pesquisas, elaboraram o “Relatório Técnico – Mapeamento e Monitoramento das Nascentes e Corpos Hídricos de João Pessoa”, documento que contém informações que estão contribuindo para nortear a política ambiental da cidade, com dados sobre os rios que cortam o território de João Pessoa. O Relatório pode ser acessado por qualquer pessoa interessada no site da PMJP,no link  https://cutt.ly/qhSjygS .

Disque Denúncia – O Disque Denúncia da Semam funciona como uma ponte entre o cidadão e a Prefeitura, recebendo denúncias de crimes ambientais como desmatamento, lançamento de águas servidas (águas de pias e lavanderias) na rua, poluição sonora, poluição atmosférica, entre outros. É um dos canais de comunicação mais importantes para a manutenção e fiscalização de nossas áreas verdes. O Disque Denúncia da Semam funciona de domingo a domingo, das 8h às 0h, pelo telefone 3218 9208.

Fonte: SECOM/JP

Foto: SECOM/JP