Quinta, 24, Junho, 2021
Geral 5, junho, 2021

Saúde promove programação em alusão ao Dia Nacional do Teste do Pezinho

thumb

Neste domingo (06), comemora-se o Dia Nacional do Teste do Pezinho, que faz parte da campanha Junho Lilás, cujo objetivo é conscientizar a população sobre a importância de se realizar a triagem neonatal, após as primeiras 48 horas do nascimento e até o 5º dia de vida do bebê. Para marcar a data, a Secretaria de Estado da Saúde (SES) promoverá nos dias 06, 09 e 10, capacitações e exibição de vídeo institucional sobre a importância do exame.

“O Teste do Pezinho é um exame obrigatório e gratuito na Rede Pública de Saúde. Por isso, aproveitamos a data para reforçar à sociedade sobre a importância da realização do exame em recém-nascidos, mesmo durante a pandemia da Covid-19”, disse a chefe do Núcleo das Linhas Prioritárias, da SES, Rachel Holanda.

Na Paraíba, o Núcleo das Linhas Prioritárias coordena o Programa Estadual de Triagem Neonatal Biológica “Teste do Pezinho “, composto por uma rede de parceiros: Banco de Leite Humano Anita Cabral – referência para capacitação dos profissionais dos Postos de Coleta do Teste do Pezinho dos municípios; Lacen PB – unidade de análise das amostras em papel de filtro e resultado dos exames de triagem; Complexo de Pediatria Arlinda Marques – referência para o seguimento clínico e tratamento das doenças e o Hemocentro – serviço de seguimento e tratamento das Hemoglobinopatias.

O exame é realizado a partir de sangue coletado do calcanhar do recém-nascido e que permite triar várias doenças graves. As principais são: hipotireoidismo congênito; fenilcetonúria; anemia falciforme; fibrose cística; hiperplasia adrenal congênita e deficiência de biotinidase.

A coordenadora do Serviço de Referência em Triagem Neonatal da PB (SRTN-PB), no Arlinda Marques, endocrinopediatra Eugênia Montenegro, disse que o tratamento precoce das doenças triadas evita consequências graves. Ela também explicou como funciona o fluxo: “Quando o Teste do Pezinho vem alterado, a família é contatada pelo Serviço e o bebê fará nova coleta para excluir ou confirmar a doença para qual a triagem foi alterada”.

Em decorrência da pandemia da Covid-19 e das medidas de distanciamento, os Serviços de Referência se reorganizaram com mudanças de fluxos, mantendo em funcionamento a assistência ao recém-nascido, à criança e ao adolescente.

O teste é importante porque tais transtornos podem não apresentar sintomas relevantes ao nascimento e, se não forem tratadas desde cedo, podem causar danos irreversíveis à saúde, inclusive, retardo mental grave, uma vez que qualquer mulher pode ter um filho portador da doença, mesmo sem caso semelhante na família.

A família deve procurar o Posto de Coleta do Teste do Pezinho do seu município ou retornar à maternidade de origem, caso o teste seja realizado na unidade onde nasceu o bebê.

Segundo o Laboratório Central da Paraíba (Lacen), em 2020, foram realizados 38.191 exames, na Paraíba.

Programação

Domingo (06) – exibição de vídeo institucional sobre a importância do Teste do Pezinho

Quarta e quinta (09 e 10) – atualização sobre manejo da coleta; transporte das amostras e uso do sistema de informação dos resultados do Teste do Pezinho para profissionais dos Postos de Coleta da 1ª Macro.

Local: Banco de Leite Anita Cabral.

Fonte: SECOM/PB